Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Encontro no INCAER
Início do conteúdo da página

     O INCAER promove mensalmente, de março a novembro, o "Encontro no INCAER". O evento é aberto ao público em geral. Nessas ocasiões, personalidades ligadas à Aviação Civil e Militar encontram-se para debater temas da História Aeronáutica, bem como, aqueles ligados à atualidade da Aviação.

 

247º ENCONTRO NO INCAER

"Santos-Dumont e os progressos da aviação"

 

Em comemoração ao Dia do Aviador e aos 110 anos do estabelecimento dos primeiros recordes da aviação por Alberto Santos-Dumont (marcado pelo voo histórico do 14-BIS), foi proferida, no dia 26 de outubro de 2016, durante o 247º Encontro no INCAER, a palestra “Santos-Dumont e os progressos da aviação”, pelo 1º Ten QCOA AQV Rodrigo Moura Visoni, do efetivo do INCAER.

O 1º Ten Visoni identificou os méritos de Santos-Dumont na aeronáutica, explicou como ele se interessou por aviação e comentou as previsões feitas por ele quanto ao futuro da navegação aérea. Ricamente ilustrada, a palestra também contou com novidades, como o fato de que Santos-Dumont, no início da carreira de aeronauta, era praticamente descrente da aviação. Foi apresentada, ainda, uma carta do Pai da Aviação relatando o começo da I Guerra Mundial, que passou despercebida por biógrafos e pesquisadores, e que se trata de verdadeiro testemunho histórico.

Ao fim da palestra houve o lançamento, acompanhado de sessão de autógrafos, do livro Ninguém ficou para trás – A operação de busca e resgate do voo 1907, de Maria Tereza Kersul. O livro conta a história da operação de busca e resgate da aeronave GOL 1907, que vitimou 154 pessoas. Publicado pela Action Editora, o livro revela, em suas 160 páginas e mais de 40 imagens, como os integrantes da operação de busca e resgate alcançaram seu objetivo maior: não deixar ninguém para trás. Alguns militares que participaram do resgate estiveram presentes ao encontro e foram aplaudidos pela plateia.

Aconteceu, também, lançamento e distribuição do livro Geniais inventores: brasileiros à frente do tempo, de autoria do 1º Ten Rodrigo Moura Visoni. O livro, que passa a fazer parte da Coleção do INCAER, retrata a trilogia de Bartolomeu de Gusmão, com a invenção do balão, de Augusto Severo, com a invenção do semirrígido e de Alberto Santos Dumont, com a invenção do avião.

 

Ten Visoni em sua apresentação

 

Ten Visoni e Maj Brig Terroso

 

Integrantes da Operação de Resgate

 

Maria Tereza Kersul

 

 

246º ENCONTRO NO INCAER

"A Subchefia de Segurança e Defesa do COMGAR"

 

No 246º Encontro no INCAER, realizado em 28 de setembro de 2016, o Brig Inf Luiz Cláudio Topan ministrou a palestra “A Subchefia de Segurança e Defesa do COMGAR”.

 

Brig Inf Luiz Cláudio Topan

 

É função da Subchefia de Segurança e Defesa do COMGAR coordenar, controlar e orientar as atividades da Infantaria da Aeronáutica no âmbito do COMAER, bem como atuar em operações de paz e em operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), quando legalmente solicitadas.

A Infantaria da Aeronáutica iniciou suas atividades no mesmo ano de criação da Força Aérea Brasileira, quando, pelo Decreto-Lei no 3.930, de 11 de dezembro de 1941, foram criadas seis Companhias de Infantaria de Guarda, destinadas a fornecer os elementos para assegurar a guarda, a vigilância e a defesa imediata das Bases Aéreas, Aeródromos, Campos de Pouso e Estabelecimentos da Aeronáutica.

 

O Diretor do INCAER, Ten Brig Ar Pohlmann, entrega diploma ao Brig Inf Topan

 

 A palestra do Brig Inf Topan encerrou breve ciclo analítico sobre a nova Infantaria, precedida pelo Brig Inf Mayworm, Comandante da 1ª Brigada de Defesa Antiaérea, que explanou, no 244º Encontro no INCAER, em maio de 2016, sobre o tema “O combate superfície-ar e suas contribuições para a missão da FAB”.

Ao final dos debates, ocasião em que a audiência pôde dirimir as dúvidas, o Diretor do INCAER, Ten Brig Ar Ailton dos Santos Pohlmann, realizou os agradecimentos, enfatizando a importância da nova Infantaria da Aeronáutica para a plena consecução dos planos e objetivos da Força Aérea Brasileira.

 

 

245º ENCONTRO NO INCAER

"A aeronave EMBRAER KC-390: projeto e desenvolvimento"

 

No dia 31 de agosto de 2016, durante o 245º Encontro no INCAER, foi proferida a palestra “A aeronave EMBRAER KC-390: projeto e desenvolvimento”, pelo Brigadeiro do Ar Paulo Roberto de Barros Chã, Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate e Chefe do Subdepartamento de Desenvolvimento e Programas.

 

Brigadeiro Chã


O Brigadeiro Chã iniciou sua apresentação descrevendo todo o processo de aquisição de uma aeronave/armamento, do nascimento da necessidade à descrição do requisito operacional, citando os diversos órgãos participantes do ciclo.

Mostrando gráficos analíticos e planilhas de custo, citou todas as fases de desenvolvimento da moderna e versátil aeronave KC-390. Através de filme, a platéia pôde conhecer um pouco das campanhas de certificação do avião, ainda em curso.

A aeronave deverá entrar em operação em 2018, com um pacote de 28 unidades encomendadas para a FAB e uma carteira de intenções que inclui a República Tcheca e a Argentina, dentre outros países interessados.

Na parte final, com os debates, houve ótima interação com a platéia, com dúvidas e contribuições que abrilhantaram o evento.

 

 

 

244º ENCONTRO NO INCAER

"As pesquisas do IEAv e seus impactos na missão da FAB"

 

                                                Cel Av Follador

 

O Cel Av Roberto da Cunha Follador, Diretor do Instituto de Estudos Avançados (IEAv), localizado em São José dos Campos (SP), foi o palestrante do 244o Encontro no INCAER, realizado no dia 27 de julho de 2016, e que teve por tema “As pesquisas do IEAv e seus impactos na missão da FAB”.

O IEAv tem por missão ampliar o conhecimento científico e o domínio de tecnologias estratégicas para fortalecer o Poder Aeroespacial Brasileiro, e busca ser reconhecido como instituição de excelência e de referência internacional em pesquisas de tecnologias avançadas no campo aeroespacial.

Durante a palestra, o Cel Follador fez conhecer a estrutura organizacional do IEAv e mostrou as pesquisas relevantes que estão sendo feitas no instituto e seus impactos na missão da FAB. No instituto, são estudados, por exemplo, fenômenos físicos complexos, os efeitos da radiação proveniente do espaço em dispositivos eletrônicos, sistemas eletromagnéticos e materiais e dispositivos para aplicação aeroespacial.

Ao final, o Cel Follador foi contemplado com um diploma de participação e uma lembrança do INCAER pelo Maj Brig Ar R/1 Wilmar Terroso Freitas, Subdiretor de Divulgação, que representava o Diretor.

 

Cel Av Follador e Maj Brig Ar Terroso, no momento da entrega do diploma

 

 

 243º ENCONTRO NO INCAER

"O Corredor Histórico do Rio de Janeiro e o INCAER" e "A Cultura da Força Aérea no século XXI"

 

No dia 29 de junho de 2016, foi realizado, no Rio de Janeiro, o 243º Encontro no INCAER.

O encontro teve como tema a comemoração dos 30 anos do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica. Para tal foram proferidas as palestras “O Corredor Histórico do Rio de Janeiro e o INCAER” e “A Cultura da Força Aérea no séc XXI”, respectivamente pelo Cel Av Refm Marco Aurélio de Mattos e pelo Maj Brig Av R/1 José Roberto Scheer.

 

 

 

Na mesma oportunidade foi inaugurada a exposição permanente “INCAER – o prédio conta sua história” que está à disposição de todos em totens posicionados no interior do histórico prédio.

Ao término do Encontro, além do “Parabéns pra você”, e em comemoração ao aniversário do Instituto, houve uma apresentação da Banda de Música da Base Aérea do Galeão.

 

 

 

 

 242º ENCONTRO NO INCAER 

O Combate superfície-ar e suas contribuições para a missão da FAB

 

Com o objetivo de compreender o papel desempenhado pelos mísseis Superfície-Ar na defesa aeroespacial do futuro e valorizar a implantação da 1ª Brigada de Defesa Antiaérea (1ª BDAAE) como instrumento de combate na estrutura da Força Aérea Brasileira, o Brigadeiro de Infantaria Luiz Marcelo Sivero Mayworm, Comandante da 1ª BDAAE, ministrou durante o 242º Encontro no INCAER, no dia 25 de maio do corrente ano, a palestra “O Combate Superfície-Ar e suas contribuições para a missão da FAB”.

O Brigadeiro Mayworm fez um resumo histórico do Combate Superfície-Ar, começando pelo improviso da defesa antiaérea em 1914, passando pela coordenação da defesa aérea e antiaérea, ampliação do alcance de engajamento dos mísseis, surgimento dos mísseis portáteis, até chegar a situação atual da defesa antiaérea dos países.

 

 

 

Continuando sua explanação, o Brigadeiro se ateve à implementação da Brigada de Defesa Antiaérea. Relatou o que levou a sua criação, como é dividida, as empresas e órgãos associados a ela e os treinamentos que realizam.

Por fim explicou como se dá o Combate Superfície-Ar na Defesa Aeroespacial. Além disso, emprego dos mísseis de longo alcance, ameaças do combate superfície-ar, cenário da defesa aeroespacial para 2041, foram alguns dos temas também abordados.

Na mesma oportunidade foi realizada uma sessão de autógrafos do livro “Salgado Filho, uma Biografia”, de autoria do senhor Cosme Degenar Drummond. O livro aborda as conquistas dos trabalhadores na gestão do biografado frente ao Ministério do Trabalho, bem como as estratégias concebidas por Salgado Filho, já à frente do Ministério da Aeronáutica, na organização da recém criada FAB.

 

 

 

 

 241º ENCONTRO NO INCAER

Brasil: Ameaças Transnacionais

 

No 241º Encontro no INCAER, realizado no dia 27 de abril de 2016, o Capitão-de-Mar-e-Guerra Márcio Bonifácio Moraes, Conferencista Emérito da Escola Superior de Guerra, proferiu a palestra “BRASIL: Ameaças Transnacionais”. O palestrante destacou as principais ameaças transnacionais, que são: narcotráfico, tráfico de armas e fluxo ilícito de capitais, terrorismo internacional, espionagem e sabotagem, e ameaças cibernéticas. Também abordou acontecimentos recentes, como os atentados terroristas de novembro de 2015, em Paris, e de março de 2016, em Bruxelas.

 

 

Em sua conclusão, chamou a atenção para os pontos vulneráveis do Brasil e da necessidade de nos prepararmos para enfrentar devidamente tais ameaças.

 

 

 

Fim do conteúdo da página