Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > História
Início do conteúdo da página

INTRODUÇÃO                            RECOMENDAÇÕES                            PERGUNTAS FREQUENTES

 

INTRODUÇÃO

          A atividade de Registro Histórico refere-se ao registro, pesquisa e narração metódica dos fatos notáveis, de modo a estabelecer e preservar a Tradição e a História da Aeronáutica brasileira, nos seus aspectos civil e militar, bem como a exaltação e a divulgação dos episódios e da vida de suas personalidades.
          No âmbito do COMAER, a atividade de Registro Histórico possui quatro documentos básicos regidos pela ICA 904-1, a saber, o Livro Histórico, o Álbum Fotográfico, o Cadastro Histórico e a Ficha Anual de Fatos Históricos. O Livro Histórico é o documento padronizado que apresenta uma descrição cronológica dos Fatos Históricos de determinada OM, relevantes e dignos de serem perpetuados. O Álbum Fotográfico tem como principal função ilustrar os eventos históricos escriturados no Livro Histórico. Estes dois documentos devem permanecer em suas respectivas OM.
          Já o Cadastro Histórico e a Ficha Anual de Fatos Históricos (FAFH) são produzidos nas OM e enviados ao INCAER. O Cadastro Histórico é o documento que contém o registro das principais informações relativas a uma determinada Organização Militar, tais como: ano de criação, missão, relação de comandantes, equipamentos, entre outras. A Ficha Anual de Fatos Históricos (FAFH) é o documento padronizado e confeccionado anualmente, contendo a transcrição dos fatos escriturados no Livro Histórico naquele período. Deve ser enviada ao INCAER a cada período de doze meses.
          A atividade de Registro Histórico está inserida no Sistema de Patrimônio Histórico e Cultural do Comando da Aeronáutica (SISCULT - Portaria nº 119/GC3, de 26 de fevereiro de 2010), tendo como Órgão Central o Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica.

 

Voltar para o topo

 

 

 

 

 

 

 

RECOMENDAÇÕES

Livro Histórico da OM:

1 - É o documento elaborado pelo PCS, como elo do SISCULT, para registro cronológico dos eventos militares, operacionais, culturais, sociais e desportivos, que tenham ocorrido em determinada OM.

2 - Os fatos expostos no livro devem compor um painel de fatos ocorridos na respectiva OM, ou relativos à mesma, relevantes e dignos de serem perpetuados.

3 - O Livro Histórico pode ser manuscrito, datilografado ou digitado. Porém, deve haver uma versão física do Livro, devendo a mesma ser encadernada até o limite de 200 páginas, formando volumes correspondentes a um ano ou grupos de anos.

4 - A escituração dos fatos históricos no Livro Histórico deve ser de maneira cronológica, em texto claro e conciso, com o maior número possível de informações relevantes e objetivas acerca do fato (hora e local da ocorrência do fato, identificação das pessoas envolvidas, etc).

5 - Sugere-se manter uma cópia de segurança atualizada do Livro Histórico.

6 - É de responsabilidade da OM a guarda e preservação de seu respectivo Livro Histórico.

 

Álbum fotográfico:

1 - Elaborado pelo Oficial de Comunicação Social (OCS) como elo do SISCULT, deve registrar e organizar, cronológica e tematicamente, as imagens de momentos relevantes, relativos aos eventos militares, sociais, desportivos, culturais e relacionados à OM, bem como suas instalações. Deve ser editado no formato impresso.

2 - As imagens do Álbum fotográfico da OM devem vir acompanhadas das seguintes informações: data, local, evento, personalidades retratadas e nome do fotógrafo, seguindo a sequência cronológica do Livro Histórico.

3 - É de responsabilidade da OM a guarda e preservação de seu respectivo Livro Histórico.

 

Cadastro Histórico:

1 - O Cadastro Histórico é o documento padronizado, elaborado pelo Oficial de Comunicação Oficial (OCS) como elo do SISCULT, que contém informações específicas, permitindo conhecer sinteticamente uma determinada Organização Militar, tais como: ano de criação, missão, relação de comandantes, equipamentos, entre outras;

2 - Compete a cada uma das Organizações Militares (OM) do Comando da Aeronáutica seu envio ao INCAER, a cada dois anos, no mês de outubro, de acordo com o Modelo do Anexo A, da ICA 904-1/2013 para a devida análise e posterior arquivamento;

 

Fichas Anuais de Fatos Históricos (FAFH):

1 - Elaborado pelo PCS, como elo do SISCULT, contém a transcrição, na íntegra, dos fatos históricos constantes do Livro Histórico da OM.

2 - A Ficha Anual de Fatos Históricos deve ser enviada ao INCAER no mês de fevereiro do ano subsequente, por meio de documento oficial, tendo como anexo uma cópia em mídia digital.

 

Para maior detalhamento relativo à confecção dos citados documentos, consulte a ICA 904-1.

 

Voltar para o topo

 

 

 

 

 

 

 

PERGUNTAS FREQUENTES

Perguntas frequentes para o preenchimento do Livro Histórico, da FAFH e do Cadastro Histórico.

1. Posso transcrever o Boletim interno da minha OM no Livro Histórico ou na Ficha Anual de Fatos Históricos (FAFH)?Não; muitos eventos históricos de uma OM não estão capitulados nas partes de um Boletim Interno de OM. A movimentação de pessoal, os elogios individuais, as punições, as inspeções de rotina não são de interesse histórico para a OM;

2. O que é Fato Histórico? É a narração metódica dos fatos notáveis de uma OM, de modo a estabelecer e preservar a Tradição e a História da Aeronáutica brasileira, bem como a exaltação e a divulgação dos episódios e da vida de suas Personalidades;

3. Como validar a FAFH e o Cadastro Histórico? A FAFH e o Cadastro Histórico somente são validados com a aprovação e a assinatura do comandante, diretor ou chefe da OM;

4. Quando devo enviar a FAFH para o INCAER? A FAFH deve ser enviada mês de fevereiro do ano seguinte ao período dos eventos narrados.

5. Quando o Cadastro Histórico deve ser enviado? O Cadastro Histórico deve ser enviado a cada dois anos, no mês de outubro.

6. Visitas de autoridades civis e militares à OM são fatos históricos? Sim, quando a autoridade efetivamente é recepcionada e percorre a OM, no intuito de conhecê-la e à sua missão precípua; caso seja uma passagem rotineira, simples desembarque em aeródromo militar, ou visita técnica, auditoria ou de inspeção constante de rotina administrativa, não se constitui em fato histórico para a OM. Em caso de evento excepcional, deve ser registrado no livro histórico da OM. Um exemplo pode ser o caso da visita do Papa João Paulo II ao Brasil, quando o Sumo Pontífice beijou o solo brasileiro no aeródromo de Brasília, tendo o sido o evento devidamente registrado para a posteridade pela Base Aérea de Brasília.

7. Eventos sociais e confraternizações são fatos históricos? Todos os eventos sociais ligados à OM devem ser registrados no Livro Histórico. As confraternizações pessoais não devem constar do Livro Histórico da OM.

 

Fim do conteúdo da página