Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

No dia 7 de junho, o Museu Aeroespacial (MUSAL) celebrou a conclusão do 6⁰ Curso de Capacitação de Mediadores, certificando 20 novos mediadores que completaram a parte teórica do curso. Durante cinco dias intensivos, os participantes foram imersos em um ambiente com foco em aprimorar as suas habilidades e conhecimentos para enriquecer a experiência dos visitantes do museu.

O curso, com carga horária de 20 horas de teoria, ofereceu uma combinação de aulas teóricas e introduziu os mediadores aos conceitos essenciais para a atuação no museu. Os tópicos abordados incluíram Educação Museal, Acessibilidade, Primórdios da Aviação, História da FAB, Generalidades de Aeronaves, Busca e Salvamento (SAR), Esquadrilha da Fumaça, Armas e Fotos, Mulheres na Aviação e FAB na Guerra. Além disso, os participantes tiveram a oportunidade de realizar visitas guiadas e simulações práticas.

Para Reinaldo Lima de Paula, Segundo Sargento do efetivo do MUSAL, a nova experiência permite aprofundar seus conhecimentos: "Estou muito feliz por ter concluído esse curso, curso que agregou o nosso conhecimento, falando dos acervos do museu, da história do MUSAL. Eu acredito que a partir de hoje nós estaremos aptos a estar mediando aos grupos que virem visitando, trazendo conhecimento à população.”

A parte prática do curso será realizada conforme a demanda dos grupos visitantes. Esta fase segue uma progressão cuidadosa: inicialmente, o instrutor medeia enquanto o aluno acompanha (P1); depois, o instrutor medeia com o auxílio do aluno (P2); em seguida, o aluno medeia com o auxílio do instrutor (P3); e, finalmente, o aluno medeia enquanto o instrutor apenas observa (P4). Este método garante que os novos mediadores adquiram confiança e competência em suas habilidades de mediação.

Os novos mediadores, após completarem a parte prática, estarão preparados para promover a interação entre o museu e seus diversos públicos, enriquecendo a experiência dos visitantes. Este grupo de profissionais desempenhará um papel crucial na disseminação do conhecimento e na valorização da história da aviação, missão central do Museu Aeroespacial.

Para a Primeira Sargento Paula Siqueira, do Centro de Documentação da Aeronáutica - CENDOC, participar do curso foi uma oportunidade de crescimento profissional e pessoal. Ela refletiu: "Por servir no CENDOC e ter o privilégio de trabalhar na difusão cultural e com o acervo Santos Dumont, senti uma grata satisfação em participar do curso de mediadores do MUSAL, ampliando o conhecimento sobre o campo dos Afonsos e dos fatos históricos da nossa força aérea."

O curso é ministrado por uma equipe de historiadores e mediadores experientes, que compartilham não apenas suas vastas experiências e conhecimentos, mas também seu entusiasmo pela preservação e divulgação da história da aviação. Essa troca de experiências enriquece o aprendizado e motiva os novos mediadores a se tornarem facilitadores eficazes entre o museu e seus visitantes.

Com a conclusão deste curso, o MUSAL reafirma seu compromisso com a formação de mediadores capacitados, fortalecendo a promoção da cultura e da história da aviação. O museu continua a ser um centro de excelência, dedicado a educar e inspirar futuras gerações sobre a rica herança da aviação brasileira.

Na manhã de hoje, 03 de junho, o Museu Aeroespacial (MUSAL), em cerimônia realizada durante a Formatura Diária, presidida pelo Diretor do MUSAL, Brigadeiro do Ar R/1 Maurício Carvalho Sampaio, reconheceu de forma especial a colaboração da servidora Mônica de Macedo Gonçalves, celebrando três décadas de excepcionais serviços prestados à Força Aérea Brasileira e exercidos no MUSAL.

A servidora civil Mônica tem sido um exemplo de amizade, companheirismo e convivência harmoniosa durante sua distinta jornada de trabalho no MUSAL. Sua contribuição inestimável ao longo dessas três décadas não só enriqueceu o museu, mas também fortaleceu os laços entre os colegas, promovendo um ambiente de trabalho positivo e colaborativo.

O MUSAL expressa sua profunda gratidão por sua dedicação, empenho e lealdade. Seu compromisso e amor pelo que faz são inspiradores e motivo de grande orgulho para todos nós.

Parabéns, colaboradora Mônica, por esses 30 anos de serviço exemplar! Que sua trajetória continue a ser marcada pelo sucesso e pela realização pessoal e profissional.

Alunos do Curso de Formação de Sargentos (QSCon 2024) visitam o Museu Aeroespacial e conhecem a trajetória da Força Aérea Brasileira

Na manhã de hoje, 22 de maio, o Museu Aeroespacial (MUSAL), no Rio de Janeiro, recebeu a visita de 140 alunos do Esquadrão Razak, integrantes da turma de 2024 do Curso de Formação de Sargentos (QSCon 2024), ministrado pelo Serviço de Recrutamento e Preparo de Pessoal da Aeronáutica do Rio de Janeiro (SEREP-RJ). A atividade, que faz parte das instruções do curso, teve como objetivo fortalecer o conhecimento dos futuros sargentos sobre a história da aviação e da FAB, além de inspirá-los para suas futuras carreiras militares.

Divididos em quatro grupos (Alfa, Bravo, Charlie e Delta), os alunos puderam participar de uma programação completa, que incluiu palestras sobre a história da aviação e da FAB e visitação às amplas instalações do museu. O encontro, mediado por experientes Suboficiais e Sargentos do MUSAL, abordou temas como a participação da FAB na II Guerra Mundial, a trajetória da Empresa Brasileira de Aeronáutica (EMBRAER), os primórdios da aviação e a figura de Santos Dumont, o Pai da Aviação.

Os futuros sargentos puderam observar de perto uma vasta coleção de aeronaves históricas, como o 14-Bis, Demoiselle, Caudron G-3, P-47, Pilatus, F-5, B-25, C-47, Mirage, C-130 e Electra, muitas das quais utilizadas em batalhas reais. Através dessa experiência única, os alunos puderam compreender a importância desses equipamentos para a defesa do país e o papel fundamental da FAB na história do Brasil.

Mais do que um simples passeio, a visita ao MUSAL proporcionou aos alunos do Esquadrão Razak uma imersão profunda na rica história da Força Aérea Brasileira e nos valores que ela representa. A visita ao MUSAL reforçou o sentimento de pertencimento dos alunos à Força Aérea Brasileira e contribuiu para a formação de sargentos conscientes da importância da história e do papel das Forças Armadas na sociedade.

Mediadores: Suboficial João Marcelo Rimes Azevedo, Suboficial Marcelos dos Santos Lima, 1º Sargento Breno Fazoli de Almeira Diniz e 1º Sargento Israel Almeida da Silva.

Texto: Asp QOCON JOR Jônatas Ribeiro Barbosa

Revisão: Cel Sarandi

 

Ontem, dia 16 de maio de 2024, o Instituto de Medicina Aeroespacial (IMAE) conduziu atividades práticas nas dependências do Museu Aeroespacial (MUSAL), envolvendo dois cursos simultâneos voltados para operações de busca e salvamento. Um desses cursos foi destinado aos alunos do Curso de Evacuação Aeromédica (CEVAM), enquanto o outro foi direcionado aos participantes do Estágio de Atendimento de Saúde em Operações Militares (EASOpM) do Comando Militar do Leste (CML).

 

O primeiro curso, Evacuação Aeromédica (CEVAM), foi direcionado a profissionais de saúde graduados e oficiais, incluindo médicos, fisioterapeutas, enfermeiros e técnicos de enfermagem militares de todas as unidades do Brasil e forças auxiliares amigas. Os alunos estiveram em um ambiente operacional e tático e mergulharam em uma compreensão da fisiologia aeroespacial. Além disso, aprenderam técnicas especializadas para o embarque e transporte de pacientes. Os alunos colocaram em prática técnicas especializadas para o transporte seguro de pacientes em aeronaves como o C-97 (Brasília) e o C-95 (Bandeirante).

 

Enquanto isso, em outra ala do MUSAL, Hangar 5, um grupo de militares do Exército, participantes do curso Estágio de Atendimento de Saúde em Operações Militares (EASOpM) promovido pelo Comando Militar do Leste (CML), esteve imerso em uma série de aulas práticas com demonstrações de embarque e desembarque de pacientes em helicópteros. Nesse contexto, a aeronave CH-34 (Super Puma) se tornou uma ferramenta crucial para simulação em salvamento em situações críticas. Sob a orientação especializada do IMAE, esses militares receberam o conhecimento e a prática necessários para lidar com cenários desafiadores, garantindo que estejam prontos para enfrentar qualquer eventualidade.

 

 

Hoje, 29 de maio, o Diretor do Museu Aeroespacial (MUSAL), Brigadeiro do Ar R/1 Mauricio Carvalho Sampaio, participou do 297º Encontro no Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER). O evento, realizado no Auditório Ten Brig Deoclécio, teve como tema "Museu Aeroespacial, desafios e perspectivas".

A convite do Diretor do INCAER, Tenente-Brigadeiro do Ar R/1 Rafael Rodrigues Filho, o Brigadeiro Sampaio palestrou sobre os desafios enfrentados pelo MUSAL nos últimos anos, além das ações realizadas no período, bem como as propostas e perspectivas futuras para o museu. Sua participação destacou a importância do museu na preservação da história da aviação brasileira e os esforços contínuos para inovar e ampliar o alcance do MUSAL junto ao público.

O encontro proporcionou um espaço para troca de ideias e estratégias, reafirmando o compromisso do MUSAL com a educação e com a preservação e divulgação da memória da Aeronáutica brasileira.

Projeto Cultura e Lazer do INCAvoluntário proporciona experiência única para pacientes em recuperação

Mais de trinta visitantes, entre pacientes e voluntários do Instituto Nacional de Câncer (INCA), visitaram as instalações do Museu Aeroespacial (MUSAL) nesta terça-feira (21). A atividade, promovida pelo projeto Cultura e Lazer do INCAvoluntário em parceria com o MUSAL, dividiu os participantes em três pequenos grupos, cada um acompanhado por um mediador do museu, proporcionando um dia de aprendizado e descontração.

Localizado no histórico Campo dos Afonsos, o Museu Aeroespacial é um dos mais importantes do gênero na América Latina. A visita foi cuidadosamente planejada para garantir que os pacientes pudessem explorar as diversas exposições de forma confortável e acessível. Os mediadores do museu conduziram os grupos através de um roteiro abrangente, que incluiu a história da aviação no Brasil, aeronaves icônicas e exposições interativas, proporcionando uma imersão completa no universo da aeroespacial.

A atividade foi organizada pela Área de Ações Voluntárias do INCA, conhecida como INCAvoluntário, como parte do projeto Cultura e Lazer. Este projeto, voltado especialmente para pacientes em situação de vulnerabilidade social, busca promover ações voluntárias que beneficiem os pacientes, proporcionando experiências culturais e recreativas essenciais para a recuperação e a qualidade de vida deles.

O MUSAL oferece uma série de atividades interativas, oficinas e eventos especiais que exploram diferentes aspectos da aviação e da tecnologia aeroespacial. Este ambiente enriquecedor é ideal para visitantes de todas as idades, incluindo escolas, instituições e grupos comunitários, que buscam um aprofundamento no conhecimento histórico e tecnológico.

As visitas de grupos podem ser realizadas com mediação (guia) ou sem mediação. Consulte as regras em nosso site: https://www2.fab.mil.br/musal/index.php/visite1

O Museu Aeroespacial (MUSAL) está localizado na Avenida Marechal Fontenelle, 2000, no Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro. O museu abre suas portas ao público de terça a domingo e nos feriados, das 9h às 16h, com fechamento dos portões para visitação às 15h30.

Desde o lançamento da campanha "Todos Unidos Pelo Sul", o Museu Aeroespacial (MUSAL) tem testemunhado uma grande ação de generosidade por parte do povo brasileiro. Em uma demonstração de empatia e solidariedade, centenas de doações têm chegado diariamente às nossas guarnições.

Em um curto período de tempo, desde o início da campanha no MUSAL, as salas destinadas para recebimento de doações rapidamente lotaram. Então o Diretor do Museu Aeroespacial decidiu ampliar a nossa capacidade de recebimento, disponibilizando dois dos nossos hangares para acomodar a crescente quantidade de contribuições.

Nossos militares estão dedicados integralmente ao processo de recebimento e triagem dos itens doados, assegurando o compromisso em garantir que esses recursos essenciais cheguem às mãos das pessoas afetadas pelo desastre no menor tempo possível. Para saber mais sobre a atuação da FAB no Rio Grande do Sul, acesse o hotsite https://www.fab.mil.br/todospelosul/

Estamos recebendo doações de segunda a domingo, entre 9h e 17h30, no MUSAL, localizado na Av. Marechal Fontenelle, 2000, Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro.

 

Pedimos a todos, que desejam contribuir, priorizar os seguintes itens:

- alimentos da cesta básica (não perecíveis)
- material de higiene pessoal
- material de limpeza
- ração para pets

Observação: Não tragam álcool ou qualquer outro material inflamável.

 

É importante ressaltar que o horário de visitação do MUSAL permanece de terça a domingo e feriados, das 9h às 16h, com fechamento dos portões, para visitação, às 15:30h.

 

Força Aérea Brasileira: A nossa força onde o Brasil precisar.

Museu Aeroespacial - Av. Marechal Fontenelle, 2000 - Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro.

Embarque na História!

Fim do conteúdo da página