Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Na manhã do dia 26 de setembro, o Museu Aeroespacial (MUSAL) recebeu a visita do Senhor Davide Tralli, Gerente de Veículos do Museo della Seconda Guerra Mondiale del Fiume Po da comuna de Felonica na Itália.

O Diretor do MUSAL, Brigadeiro do Ar Maurício Carvalho Sampaio, recepcionou o ilustre visitante em seu gabinete, onde puderam interagir um pouco mais sobre o modelo de gestão adotado atualmente pelo Museu Aeroespacial, além da troca de conhecimentos e informações. Após a breve reunião, todos seguiram para uma visita mediada na área expositiva, quando o Suboficial Maurício Inácio da Silva, historiador do MUSAL, realizou as diversas explicações acerca do acervo histórico e pôde contextualizar a História da Aviação exposta. Ao longo de toda a visitação, o representante do museu italiano destacou a relevância e a diversidade do acervo histórico do período bélico exposto no museu.

 

O Diretor do Museu Aeroespacial expressou sua gratidão pela visita internacional e ressaltou a importância da colaboração entre as entidades culturais e educacionais.

O Museu do Rio Pó da Segunda Guerra Mundial é um centro de memória dos acontecimentos bélicos ocorridos nos territórios ao longo do grande rio durante a II Guerra Mundial. Esta instituição reúne filmes, fotos, documentos e recordações originais que datam do período desde os primeiros ataques aéreos de 1944 até abril de 1945, momento da chegada da Frente do Sul, que forçou os alemães a atravessarem dramaticamente o rio Pó.

Foi precisamente a travessia do rio Pó pelo 5.º Exército Americano e pelo 8.º Exército Britânico, que terminou em 25 de Abril de 1945, que deu origem à insurreição dos Comitês de Libertação Nacional da Alta Itália.

Como parte do seu Programa de Fortalecimento de Valores, no dia 18 de setembro, em sua formatura diária, o Museu Aeroespacial homenageou os vencedores do Concurso de Redação realizado para enaltecer e celebrar os 150 anos de Nascimento de Santos Dumont.

O Programa de Formação e Fortalecimento de Valores é um instrumento normatizado pelo Estado-Maior da Aeronáutica, que consiste em um conjunto de ações que norteiam as atividades a serem desenvolvidas por todos os setores das Organizações Militares (OM) do COMAER e visa disseminar e consolidar os valores organizacionais fundamentais da Instituição e da vida militar em seus respectivos efetivos.

Nesse viés, entre várias outras ações já desenvolvidas pelo PFV do MUSAL, foi promovido um concurso de redação, no período de 10 de julho até 02 de agosto, com o tema “Santos Dumont: a vida, a obra, os valores e o legado”, o qual visou incentivar os militares e civis do seu efetivo a conhecer mais sobre a história do Pai da Aviação, bem como promover as manifestações de Cidadania, de Patriotismo e dos Valores da Força Aérea Brasileira.

Contando com a colaboração de professores do Campus da Universidade da Força Aérea (UNIFA) nas correções e avaliações de todas as redações, conforme previsto no edital do concurso, os seguintes militares se sagraram vencedores:

1° lugar – 1º Tenente QOCON Bibliotecário Raphael Limeira Da Silva

2° lugar – SO QSS BCO Jorge Antonio Ferreira Dargam

3º lugar – Cel Esp Av R/1 Eduardo Vieira de Carvalho

 

Texto: Ten Rafael Maia

Revisão: Cel Sarandi

Fotos: Civil Gastão

 

No último sábado, 2 de setembro de 2023, o Museu Aeroespacial abriu suas portas para a equipe do Sistema Elite de Ensino realizar o chamado “Aulão Militar” para seus alunos, que estão se preparando para os concursos das Escolas Militares.

O “Aulão Militar” do Sistema Elite é uma atividade própria dessa Instituição Educacional, cuja a finalidade primordial é proporcionar motivação e uma grande revisão dos principais tópicos das matérias na preparação final visando as provas de acesso às Academias Militares.

Neste ano de 2023, esse dia intenso de revisões contou com a participação de mais de 600 alunos de várias Unidades do Colégio e Curso Elite (bairros Madureira, Bangu, Campo Grande, Santa Cruz, Vila Valqueire e Ilha do Governador) e teve a imprescindível parceria do Museu Aeroespacial que, além de ceder um de seus hangares para a realização das aulas, possibilitou que os alunos tivessem um grande aprendizado diferenciado, estando dentro de um ambiente militar, sentindo e vivenciando a realidade dessa atmosfera tão almejada por esses jovens.

Ao final das aulas, antes de percorrerem as áreas expositivas do museu, os alunos assistiram uma breve palestra sobre a carreira militar, ministrada pelo Coronel de Infantaria Vander Vagner Saito da Rocha, e sobre o próprio Museu Aeroespacial com o Suboficial Marcelos dos Santos Lima, ambos do efetivo do MUSAL.

Durante a visita às exposições, os alunos tiveram a oportunidade de aprender a respeito da evolução da Aviação, bem como sobre as tecnologias empregadas ao longo do tempo, apreciando de perto aeronaves históricas e entendendo como diversos fundamentos físicos e matemáticos, por exemplo, contribuíram para o desenvolvimento da aviação.

Um dos objetivos da visita foi ambientar os alunos com o contexto histórico do Campo dos Afonsos na Aviação Brasileira e Mundial e da Força Aérea Brasileira, servindo como um importante complemento na formação dos jovens postulantes à carreira militar, por intermédio dessa atividade histórico-cultural.

Verdadeiramente, a emoção tomou conta dos visitantes, o que ficou muito claro nas impressões deixadas pelo coordenador do “Aulão”: “a visitação foi uma excelente oportunidade extraclasse para os futuros militares conhecerem os primórdios da Aviação Militar, uma vez que essa bela exposição mostra muito bem a História das três Forças Armadas e o verdadeiro espírito patriota do militar. Além disso, os alunos puderam aprimorar seus conhecimentos visualizando fatos reais como a Campanha da FAB na II Guerra Mundial, diferentes daqueles abordados tradicionalmente durante a formação de sala de aula” – afirmou o Professor Judson Bernardino.

Acesse todas as imagens no link

 

Texto e revisão: Cel Av Sarandi

Fotos: Sgt Israel

 

Em cerimônia realizada no MUSAL, na manhã do dia 18 de agosto, o Presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, Vereador Carlos Caiado, condecorou o Museu Aeroespacial com a Medalha Pedro Ernesto, a mais alta condecoração da cidade do Rio de Janeiro, que reverencia personalidades e Instituições por seus destaques junto à sociedade carioca.

A Medalha de Mérito Pedro Ernesto foi criada por meio da Resolução n.º 40, em 20 de outubro de 1980, sendo a principal homenagem que o Rio de Janeiro presta a quem mais se destaca na sociedade brasileira ou internacional. Recebeu esse nome em reconhecimento ao trabalho do Prefeito Pedro Ernesto, e por isso, sua figura é estampada nas duas Medalhas que fazem parte do Conjunto.

Durante a cerimônia, que contou com a ilustre presença do Brigadeiro do Ar Roberto Ferreira Pitrez, Subdiretor de Divulgação e Apoio do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER), o Vereador Carlo Caiado destacou que se sentia honrado em prestar homenagem ao Museu Aeroespacial no ano tão singular, pois, além do MUSAL ter completado 50 anos de sua criação, é também o ano do Centenário do Palácio Pedro Ernesto e dos 150 anos do nascimento de Santos Dumont, o “Pai da Aviação”.

A medalha foi entregue ao Diretor do MUSAL, Brigadeiro do Ar Mauricio Carvalho Sampaio, que ressaltou: “É uma grande honra estar recebendo tão importante comenda, em nome do Museu Aeroespacial, o que certamente aumenta ainda mais os compromissos e desafios do MUSAL, para os próximos anos, junto a toda Sociedade.”

 

Na manhã do dia 13 de setembro, o Museu Aeroespacial (MUSAL) teve a honra de receber o atual Presidente da Associação Brasileira de Pilotos de Caça (ABRA-PC), Brigadeiro Reformado Teomar Fonseca Quírico, que estava acompanhado de parte da Diretoria dessa importante Associação, que foram recepcionados pelo Brigadeiro R/1 Mauricio Carvalho Sampaio, Diretor do MUSAL.

Inicialmente, os veteranos “caçadores” da Força Aérea Brasileira se reuniram com o Diretor do MUSAL, que realizou uma breve explanação sobre o atual modelo de gestão do Museu Aeroespacial, bem como projetos desenvolvidos e perspectivas de projetos futuros.

Após esse momento, os Diretores da ABRA-PC apresentaram um projeto denominado “Projeto ABRA-PC no MUSAL”, cujo principal objetivo é a criação de um espaço expositivo permanente no museu, dedicado a documentos, materiais, filmes, livros e objetos relacionados a personalidades e eventos que moldaram a evolução da Aviação de Caça no país, assim preservando, compartilhando e divulgando a rica e gloriosa história dessa Aviação da FAB para toda Sociedade.

A ABRA-PC, fundada em 10 de agosto de 1995, é uma associação, sem fins lucrativos, que tem por finalidade estreitar os laços de união e solidariedade entre os pilotos de Caça da Força Aérea Brasileira e os formados em outras Forças Armadas, nacionais ou estrangeiras, buscando estimular e preservar as tradições e o espírito de corpo, bem como promover a interação entre os associados e a Força Aérea Brasileira (FAB). Seu Presidente de Honra é o Patrono da Aviação de Caça Brasileira, Brigadeiro do Ar Nero Moura, Veterano de Guerra e Comandante do 1º Grupo de Caça na Itália.

Após a reunião no MUSAL, o Presidente da ABRA-PC e seus Diretores foram recebidos pelo Comandante da Guarnição de Aeronáutica dos Afonsos, Major Brigadeiro do Ar José Virgílio Guedes de Avellar, para um almoço no refeitório da Universidade da Força Aérea (UNIFA). A comitiva da ABRA-PC era composta por seu atual presidente, Brigadeiro Reformado Teomar Fonseca Quírico, e pelos seguintes diretores: Tenente Brigadeiro Reformado Marco Aurélio Gonçalves Mendes; Major Brigadeiro do Ar R/1 Álvaro Luiz Pinheiro da Costa; Major Brigadeiro do Ar R/1 Jorge Cruz de Souza e Mello; Coronel Av R/1 Márcio Felipe de Medeiros; Coronel Av R/1 Luiz Paulo da Silva Costa; e Coronel Av R/1 Roberto Martire Pires.

 

Texto: Ten Rafael Maia

Revisão: Cel Sarandi

Fotos: Sgt Breno e Sgt Israel

 

MUSAL realiza corrida comemorativa aos 150 anos Santos Dumont

Neste domingo (27/ago), o Museu Aeroespacial (MUSAL) realizou mais um evento para celebrar os 150 anos de nascimento de um dos maiores inventores e pioneiros da aviação mundial, Alberto Santos Dumont. O evento realizado foi a segunda das três etapas do Circuito de Corridas MUSAL Air Run.

Composto por três etapas que enaltecem três dos grandes inventos do Pai da Aviação: “Balão Brasil”; “14-Bis” e “Demoiselle”, o MUSAL Air Run é um Circuito de corridas idealizado pelo Museu Aeroespacial, em parceria com a empresa Hangar 7 Eventos, como parte das programações especiais em comemoração ao 150º Aniversário de Nascimento de Santos Dumont.

A etapa “14 BIS”, realizada no último 27 de agosto, mesmo com tempo chuvoso, contou com a participação de 835 pessoas, entre atletas profissionais, amadores e acompanhantes dos corredores, todos unidos na paixão pelo esporte e na homenagem ao grande inventor brasileiro. Os participantes percorreram 3km (caminhada), 5km e 10km na pista de pouso do Campo dos Afonsos, utilizando camisetas personalizadas com a imagem de Santos Dumont e do MUSAL, ressaltando a importância do seu legado na história da aviação.

O Major-Brigadeiro do Ar José Virgílio Guedes de Avellar, Comandante da Universidade da Força Aérea (UNIFA) e da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), que ativamente participou da corrida, destacou: “este tipo de evento tem singular importância tanto para a parte social quanto para a saúde em si! Devemos realmente seguir também este exemplo de Santos Dumont, que era um entusiasta dos esportes e participava ativamente em diversas modalidades”.

A última etapa do MUSAL Air Run - etapa “Demoiselle” - já está com inscrições abertas no site www.ticketsports.com.br e acontecerá no dia 26 de novembro.

Reúna sua família, seus amigos e venha celebrar conosco!

 

Texto e edição: Ten Rafaela Alves

Revisão: Cel Av R/1 Sarandi Oliveira.

Imagens: Maurício Guimarães (drone) e 1S Israel

No dia 16 de agosto de 2023, o Museu Aeroespacial (MUSAL) foi sede das gravações de parte do documentário sobre "Pensamento Aeronáutico Brasileiro", que está sendo promovido pelo Departamento Cultural do Clube da Aeronáutica (CAER).

O cenário escolhido para realizar as filmagens do programa foi a Sala de Briefing da antiga Escola de Aeronáutica, espaço significativo que se encontra na área expositiva do MUSAL, onde o Tenente Brigadeiro do Ar R/1 Marco Aurélio Gonçalves Mendes, pesquisador e escritor sobre temas aeronáuticos e entrevistado do documentário, esteve presente em diversas oportunidades, desde seu ingresso, em 1º de março de 1967, como Cadete daquela emblemática Escola.

“É de suma importância a preservação histórica e a disseminação do conhecimento aeronáutico para as gerações presentes e futuras, bem como a relevância da missão e o compromisso da Instituição cujo objetivo é inspirar e educar, por meio da rica história da aviação e da Força Aérea Brasileira.” – enalteceu o Tenente Brigadeiro Mendes.

 

Fotos: CV Gastão

TEXTO: 2T  Rafael Maia

Revisão: Cel Sarandi

Fim do conteúdo da página