Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias do MUSAL > Histórico bombardeiro North American B-25 está de volta ao MUSAL
Início do conteúdo da página

Aeronave similar ao modelo que realizou o Batismo de Fogo da FAB na 2ª Guerra Mundial está exposta ao público na 20ª Edição da Semana Nacional de Museus

Destaque da 20ª edição da Semana Nacional de Museus, que ocorreu no Museu Aeroespacial (MUSAL), o bombardeiro North American B-25J Mitchel, de matrícula FAB 5127, está de volta à exposição no MUSAL para a apreciação do público.

 

Há exatos 80 anos, o histórico B-25 B, foi responsável pelo batismo de fogo da Força Aérea Brasileira durante a 2ª Guerra Mundial, por ocasião do primeiro ataque brasileiro contra as Forças do Eixo.

 

Era então uma sexta feira, 22 de maio de 1942, quando o B-25B da FAB (recém adquirido dos EUA), ao avistar o submarino Barbarigo de bandeira Italiana efetuou um ataque ao mesmo próximo ao Atol das Rocas.

 

O B-25B fazia um voo de formação operacional com os Capitães Aviadores Parreira Horta, Pamplona e uma tripulação americana quando lançaram dez bombas de 45kg sobre o submarino Barbarigo. Em referência ao bombardeio ao submarino Barbarigo, Batismo de Fogo da Força Aérea Brasileira, foi instituída a data comemorativa oficial da FAB para o dia da Aviação de Patrulha.

 

No Musal, temos um North American B-25J Mitchell, que recebeu esse nome em homenagem ao Brigadeiro americano William C. “Billy” Mitchell. O B-25J estava há alguns anos fora de exposição devido à necessidade de restauração. Nos últimos 4 meses, o Setor de Restauração da Divisão Técnica do Musal, fez um trabalho minucioso de restauro na Aeronave envolvendo as áreas de estrutura, corrosão, pintura e armamento.

 

Para o Diretor do Museu Aeroespacial, Brigadeiro R1 Maurício Carvalho Sampaio trazer esta aeronave de volta neste dia é um marco especial: “O retorno da aeronave B-25J Mitchell para a exposição ao público, no dia 22 de maio, é muito importante tendo em vista que B-25B foi o responsável pelo Batismo de Fogo, marcando a história da Força Aérea Brasileira e da Aviação de Patrulha.” Parabenizamos a todos por este feito.

 

North American B-25J

Período de utilização: de 1944 até 1974

Fabricante: North American Aviation Inc.

Emprego: Bombardeio, reconhecimento fotográfico e transporte

 

Características Técnicas

Motor: 2 Wright Cyclone R-2600-13 de 1.500 hp cada um

Envergadura: 20,59m

Comprimento: 16,12m

Altura: 4,97m

Área Alar: 56,66m²

Peso Vazio: 9.570Kg

Peso Máximo: 15.876Kg

Armamento: 13 metralhadoras Browning m-2 .50 pol / Até 1.360Kg de bombas

 

Desempenho

Velocidade Máxima: 437Km/h

Razão de Subida: 338m/min

Teto Operacional: 7.376m

Alcance: 2.170Km

 

Comentários

Total Adquirido: 87 exemplares

Unidades Aéreas:

Unidade volante do Galeão

1º/6º Grupo de Aviação

CTA

Base Aérea de salvador

Base Aérea de recife

Base Aérea de Natal 

Base Aérea de Fortaleza

Base Aérea de Campo Grande

1º Grupo Misto de Aviação

2º grupo de Bombardeiro Leve

1º,2º,3º,4º e 5º grupos de bombardeio Médio

1º/7º Grupo de Aviação

1º/10º Grupo de Aviação

1º/ 5º Grupo de Aviação

1º/ 4º Grupo de Aviação

1º Grupo de aviação Embarcada

Parque da aeronáutica de São Paulo

Parque da aeronáutica de Recife

Parque da aeronáutica dos Afonsos

Escola de Especialistas de Aeronáutica

Designações: B-25J, RB-25J, B-25 e CB-25

Matrículas: 5052 a 5072, 5077, 5079 a 5143


Reportagem: Daniel Marinho – Jornalista da Assessoria de Comunicação Social do DECEA

 

 

Fim do conteúdo da página