Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias do MUSAL > MUSAL REABRE AO PÚBLICO
Início do conteúdo da página

O Museu Aeroespacial (MUSAL) suspendeu, temporariamente, as suas atividades de visitação pública e eventos em 20 de março de 2020 em decorrência da pandemia de COVID-19 (CORONAVÍRUS). Aproveitando a paralisação de sua principal atividade, o MUSAL deu início a uma série de serviços de modernizações e melhorias em suas instalações expositivas, bem como recuperação e restauração de diversos itens de seu acervo histórico.

Durante esse período de paralisação, a Força Aérea Brasileira juntamente com o Comando Conjunto Leste e a Prefeitura do Rio de Janeiro, visando o apoio à vacinação da população, a partir de 22 de abril de 2021, mantiveram ativo um Posto de Vacinação Drive Thru contra a COVID-19 no Museu Aeroespacial (MUSAL), onde foram ministradas mais de 39.600 doses.

Por conta desse importante Posto de Vacinação, o portão de entrada do MUSAL permaneceu dedicado a esse fim, não sendo possível receber visitas até o encerramento dessa atividade, que se deu em 13 de novembro de 2021. Após um breve período de reordenamento da área expositiva que estava sendo usado para aquele fim, o MUSAL voltou a receber visitas de seu apaixonado público no dia 7 de dezembro.

Muitas reformas, restaurações, modificações e atualizações puderam ser percebidas pelos mais de 100 visitantes que estiveram presentes na reabertura, o que inclui a construção e modificação de algumas salas expositivas e a exposição de aeronaves, que antes era na área externa e atualmente é quase toda dentro dos 5 hangares que compõem o museu. Foi construída também uma nova sala dedicada à participação da FAB na II Guerra Mundial, além da reforma completa de outro espaço, que está dedicado às atividades com públicos infantojuvenis.

Foram feitas ainda diversas melhorias de infraestrutura como correções em pisos, melhorias nas instalações elétricas e de telhados, entre outros. Além da parte estrutural, aproximadamente 10 aeronaves foram restauradas, assim como vários itens do acervo histórico como os 2 escrínios que preservam os corações de Santos Dumont e do Marechal do Ar Eduardo Gomes.

O fotojornalista da Universidade Castelo Branco e apaixonado pelo aviação, Bruno Cilento, primeiro visitante a ingressar no museu após a reabertura, manifestou seu entusiasmo nas seguintes palavras: “Frequento o MUSAL há muito tempo, desde 1985, e é um lugar que realmente me faz bem. Senti muita falta! E voltar a frequentar o MUSAL é realmente um presente. Para nós, apaixonados por aviação, divulgar a nossa história é nossa missão. Divulgar o MUSAL e viver sua história é mergulhar na própria história... Estar de volta é incrivelmente bom!”

O MUSAL funciona de terça a domingo, das 9h às 16h com entrada e estacionamento gratuitos.

Fim do conteúdo da página