Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias
Início do conteúdo da página
 
Em cerimônia realizada no dia 07/12, os novos Oficiais receberam a espada, símbolo do oficialato nas Forças Armadas, e prestaram o compromisso perante à Bandeira Nacional.
 
O Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) realizou, na quarta-feira (07/12), a solenidade militar de entrega de espadas a 167 Oficiais da Força Aérea Brasileira (FAB), oriundos do Curso de Formação de Oficiais Especialistas (CFOE 2021) – Turma Aion, e do Estágio de Adaptação ao Oficialato (EAOF 2022) – Turma Ebenézer. Os novos Oficiais receberam a espada, símbolo do oficialato nas Forças Armadas, e prestaram o compromisso perante à Bandeira Nacional, num ato que simboliza o juramento de bem cumprir os deveres inerentes à carreira. A cerimônia foi presidida pelo Diretor de Administração do Pessoal da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Fernando César da Costa e Silva Braga, acompanhado do Comandante do CIAAR, Brigadeiro do Ar José Henrique Kaipper.

O primeiro colocado da Turma Aion, Tenente Especialista em Comunicações Ricardo de Souza Vieira, e o primeiro colocado da Turma Ebenézer, Tenente Especialista da Aeronáutica Luciano Ferreira Alves, receberam das mãos do Comandante do CIAAR o Prêmio Força Aérea Brasileira. Já o Prêmio de Honra ao Mérito do Ministério da Defesa foi entregue pelo Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio Rodrigues Pereira Bastos Junior. Os primeiros colocados receberam, ainda, a Espada das mãos do Diretor de Administração do Pessoal da Aeronáutica e do Diretor de Ensino da Aeronáutica.

O primeiro colocado do CFOE 2022 externou o simbolismo do momento. "Sinto-me honrado em fazer parte dessa turma seleta e de ter vivido intensamente cada dia desses dois anos nesse Centro de Instrução. Aqui, homens e mulheres são inspirados a mostrar o seu melhor e agir com excelência, cultuando valores que, hoje, percebo transbordar em cada um de nós. O ciclo se encerrou, e foi com muita alegria que recebi a classificação de primeiro colocado no curso. Tenho certeza que valores como abnegação e comprometimento, juntamente com o apoio incondicional de minha família, foram determinantes para essa conquista", disse o Tenente Ricardo de Souza Vieira.

“O meu sentimento é de missão cumprida e de gratidão. Gratidão à Deus, que guia e ilumina os meus caminhos, e a minha família que é meu porto seguro. Gratidão por fazer parte dessa turma que muito me honra e por ter convivido ao lado desses grandes guerreiros. Gratidão também por essa instituição, o CIAAR, por me ensinar grandes lições e me proporcionar viver momentos especiais que ficarão para sempre guardados em minha memória”, ressaltou o primeiro colocado do EAOF, Tenente Luciano Ferreira Alves.

Em suas palavras, o Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio Rodrigues Pereira Bastos Junior parabenizou os formandos. “Caros Oficiais integrantes dos Esquadrões AION e Ebenézer, desejo que saiam deste Centro de Instrução fortalecidos, física e moralmente, com muita fé na missão e repletos de Disciplina, Amor e Coragem, pois dessa maneira muito contribuirão para uma Força Aérea cada vez mais dinâmica, moderna e profissional, sob o céu deste Brasil. Agora, mais do que nunca, com fé e esperança de grandes sucessos, desejo que todos sigam motivados e firmes nessa nova etapa de suas vidas!”, concluiu.

Fotos: CIAAR

Fonte: CIAAR, por Tenente Lorena
Edição: Agência Força Aérea

Tags: CIAAR,FORMATURA

O Exame de Admissão ao CFT oferece 20 vagas. As inscrições começam no dia 05/12/2022 e terminam no dia 19/12/2022

 
Fonte: DIRENS
Edição: Agência Força Aérea
 

A Força Aérea Brasileira (FAB) lança as Instruções Específicas para o Curso de Formação de Taifeiros da Aeronáutica (CFT/2023) para ingresso em julho de 2023. O Exame de Admissão ao CFT oferece 20 vagas. As inscrições começam no dia 05/12/2022 e terminam no dia 19/12/2022. Para se inscrever basta acessar o site: www.fab.mil.br/ciaar. A taxa de inscrição é de R$ 80,00 (oitenta reais).

As vagas são destinadas a candidatos de ambos os sexos que atendam às condições e às normas estabelecidas nas Instruções. Para serem habilitados à matrícula no CFT, o candidato não deve possuir menos de 17 nem completar 25 anos de idade, até 31 de dezembro de 2023 e ter concluído, na data da Concentração Final do Exame o Ensino Médio (para todos os candidatos), com aproveitamento, o Curso de Qualificação Profissional na especialidade a que concorre, até a Validação Documental/Habilitação à Matrícula.

O Exame de Admissão é composto de provas objetivas escritas, inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, teste de avaliação do condicionamento físico, procedimento de heteroidentificação complementar (para candidatos que optarem pelo sistema de reserva de vagas para negros, previsto na Lei 12.990, de 9 de junho de 2014) e validação documental.

As provas escritas ocorrerão no dia 19/03/2023. Os aprovados em todas as etapas deste processo seletivo e selecionados pela Junta Especial de Avaliação (JEA), deverão se apresentar no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), em Lagoa Santa (MG), no dia 17/07/2023, para habilitação à matrícula no curso que terá duração de 19 semanas. Após a conclusão do Curso com aproveitamento, o aluno será promovido à graduação de Taifeiro de Segunda-Classe e será distribuído e classificado em uma das OM do COMAER, localizadas em todo o território nacional, de acordo com a necessidade da Administração.

Quadro geral de distribuição de vagas por especialidades (CFT/2023):

 
 
FAB realiza Cerimônia Militar pelos 40 anos da Mulher Militar
A cerimônia aconteceu nessa sexta-feira (02) em Lagoa Santa (MG)
 

Desde que a Força Aérea Brasileira (FAB) abriu as portas para as primeiras mulheres incorporarem seu efetivo, em 1982, novos capítulos dessa história continuam a ser escritos, dia após dia, com a competência e o empenho necessários para superar os desafios. 

O ingresso da Mulher Militar na FAB ocorreu em virtude da criação do Corpo Feminino da Reserva da Aeronáutica, formado pelo Quadro Feminino de Oficiais (QFO) e pelo Quadro Feminino de Graduados (QFG), este último composto por Sargentos e Cabos. Ao longo do tempo, a competência e o profissionalismo demonstrados por essas pioneiras serviram para consolidar a importância da incorporação das mulheres na FAB. 

Para comemorar os 40 anos da mulher na FAB o Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), localizado em Lagoa Santa (MG), realizou nesta sexta-feira (02/09) uma cerimônia militar, que foi presidida pelo Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, onde foi recebido pelo Comandante do CIAAR, Brigadeiro do Ar José Henrique Kaipper, e contou com a presença de Oficiais-Generais do Alto Comando da Aeronáutica, Oficiais-Generais do Exército Brasileiro (EB), autoridades civis e militares.  

Na ocasião o Hino Nacional foi regido pela primeira mulher musicista a ingressar na Força Aérea, a Suboficial Ana Elisa, que falou sobre a importância e a surpresa de estar à frente da Banda de Música como a primeira militar. “É uma emoção muito grande fazer parte desses 40 anos. Foi um acidente ser a primeira mulher da história porque eu passei sozinha no concurso e eu queria ter outras companheiras naquele momento. Junto comigo eu tive grandes companheiros com isso tudo, me sinto honrada neste momento, tive muita força dos meus colegas de trabalho e do meu chefe é uma honra muito grande”, lembra.

Em sua leitura da Ordem do dia, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Baptista Junior falou sobre o momento de celebrar mais uma página da história da instituição, os 40 anos do ingresso da mulher militar na Força Aérea Brasileira; "Nobres mulheres de azul! A história está repleta de registros acerca de seus grandiosos feitos, marcados pela superação, no entanto sabemos que, muito ainda, haverão de conquistar. Saibam que cada vitória individual contribui, substancialmente, para a evolução da NOSSA FAB, a qual se torna, a cada dia, mais coesa e firme em seus propósitos constitucionais”, declarou. “Por fim, gostaria de citar um trecho do poema “O homem e a mulher” do escritor francês Victor Hugo, o qual é capaz de sintetizar o respeito às características diferentes, porém complementares. [...] o homem está colocado onde termina a terra; a mulher, onde começa o céu!’ Parabéns às mulheres da Força Aérea Brasileira, exemplos de Amor, Coragem e Dever!”, finalizou o Oficial-General. 

Na oportunidade foram feitas homenagens às Pioneiras do Corpo  Feminino da Aeronáutica, da Primeira Turma do Quadro Feminino de Oficiais, Turma Demoiselle, a Major Marli Perilo; da Primeira Turma do Quadro Feminino de Graduados, Turma Anésia Pinheiro Machado, a Tenente-Coronel Rita de Cássia Zambom Gagno e a Suboficial Ivanilda da Silva Valente, respectivamente dos Cursos de Formação de Cabos e Sargentos. 

A Suboficial Ivanilda falou sobre a emoção em fazer parte da história da mulher na FAB. "É mais do que um orgulho estar aqui. É a realização de um sonho que passa para as próximas gerações. Certamente daqui muitos anos vão contar que alguém teve coragem de entrar na FAB e que isso produziu um mercado novo para as mulheres, um mercado em expansão", declarou. Já a Tenente-Coronel Rita falou sobre a emoção em vestir a farda a azul. "Esse momento para mim, eu vou falar a vocês com meu coração, é uma emoção porque em 1982 nós estávamos chegando aqui eu tinha só 18 anos então sair de casa para uma vida nova e colocar essa farda azul modificou totalmente a minha vida e eu não me arrependo de absolutamente nada, eu sou muito grata a todas as mulheres que vieram depois que começamos a desbravar caminho", finalizou.

Ainda em homenagem ao Corpo Feminino de Graduados da Força Aérea Brasileira, a Graduado-Master na Graduado-Master na Guarnição de Aeronáutica de Brasília, Suboficial Especialista em Enfermagem Renata da Silva Marinho, foi homenageada por ser a segunda mulher a ocupar o cargo. Na oportunidade a Suboficial falou sobre a importância do momento. “Vejo a importância das mulheres na FAB como um sinal de igualdade, de mostrar que nós também podemos fazer as mesmas atividades, as mesmas ações dos homens, prova disso é militarismo, onde nos alcançamos comando a minha função de Graduado-Master, que sou a segunda, a função de enfermagem que é uma atividade de apoio e que não é tão visível assim. Isso mostra que é um processo isento que realmente é um mérito, não importa se você é homem ou mulher.  Na minha função foi uma oportunidade de conhecer todas as atividades da Força Aérea ”, concluiu.

Finalizando as homenagens com o Corpo Feminino de Oficiais da Força Aérea Brasileiro, o Comandante da Aeronáutica entregou uma lembrança a Brigadeiro Médica Carla Lyrio Martins, representando as mulheres que alçam os mais altos postos de uma instituição. A Brigadeiro falou a importância em ser mulher na FAB “A presença feminina na FAB é um reflexo natural da evolução social. Entrei há 32 anos e fui incluída nas fileiras da FAB, percebo que os valores organizacionais eles facilitaram muito a acolhida da mulher no meio militar, portanto uma vez a gente inserida, incluída todas as oportunidades são iguais. A prova disso sou eu Oficial-General tendo calcado tantos postos. A maior parte da minha trajetória é dedicada saúde operacional e existencial e em 2015 na área gerencial, é fundamental que a mulher se predisponha a também participar do poder militar do nosso Brasil”, finalizou.

Durante a cerimônia, sobrevoo o céu do CIAAR duas aeronaves F-5M da Força Aérea Brasileira.

 

Inauguração do Monumento alusivo aos 40 anos do Ingresso da Mulher na FAB 

Na oportunidade foi restaurado o busto que em 2007 foi inaugurado nas antigas instalações do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica na Pampulha (MG), em celebração aos 25 anos do Ingresso da Mulher Militar, que por sua vez em 2018 devido a mudança do CIAAR para Lagoa Santa o monumento havia sido retirado e posteriormente seria inaugurado nas novas instalações. 

Na data de hoje (02/09) com a comemoração ao 40 anos da Ingresso da Mulher Militar na FAB, o CIAAR inaugura o Monumento utilizando o mesmo Busto Feminino, após restauração realizada pelo Parque de Material Aeronáutico de Lago Santa (PAMA-LS). 

 

Assista aqui o vídeo da cerimonia.

Fotos: Sargento Müller Marin/ CECOMSAER

Vídeo: Sargento Lucas e Sargento Neris / CECOMSAER

Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Wanessa Liz
Edição: Agência Força Aérea

Tags: CIAAR,MULHER MILITAR,40 ANOS DA MULHER MILITAR NA FAB

 
 

Os militares de diversas especialidades atuarão em Organizações Militares da Força Aérea Brasileira espalhadas por todo o país.

 

O Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) realizou, na sexta-feira (13/05), em Lagoa Santa (MG), a formatura da Turma Hipérion, composta por 79 novos Oficiais da Força Aérea Brasileira (FAB). A solenidade foi presidida pelo Comandante-Geral do Pessoal da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Ricardo Reis Tavares, acompanhado do Comandante Interino do CIAAR, Coronel Aviador José Henrique Kaipper, e do Graduado-Master da Guarnição de Aeronáutica de Lagoa Santa (GUARNAE-LS), Suboficial Tiago Borges Gomes. Estiveram presentes, também, Oficiais-Generais da Aeronáutica e do Exército Brasileiro, dentre outras autoridades militares e civis.

Na cerimônia, foram promovidos ao posto de Primeiro-Tenente os estagiários dos Cursos de Adaptação de Médicos, Dentistas e Farmacêuticos e dos Estágios de Adaptação de Oficiais Engenheiros e de Apoio da Aeronáutica. A Turma de 2022 é formada por 23 médicos, 12 dentistas, oito farmacêuticos, 24 engenheiros e 12 Oficiais de Apoio.

Na oportunidade, o Comandante-Geral do Pessoal parabenizou os formandos. “A partir de agora, uma nova página de suas carreiras profissionais começa a ser escrita. Continuem estudando e se aperfeiçoando, pois, dessa forma, garantirão uma jornada virtuosa rumo ao futuro. Empreguem seus conhecimentos técnicos e aptidões de trabalho para atuarem em prol da Força Aérea Brasileira e do Brasil, tornando mais fortes as Asas que Protegem o País", disse o Oficial-General. 

Durante 17 semanas do Curso, os estagiários receberam instruções de diversos tipos, além de um treinamento militar intensivo. A primeira colocada da Turma Hipérion, Tenente Gisele Cruz Camboim Raposo, ingressou na Força Aérea em 2021 como Oficial temporária na Odontoclínica de Aeronáutica de Recife (OARF). No mesmo ano, passou no concurso para ser Oficial de carreira. “Esse curto período como Oficial temporária foi de suma importância para me preparar para o curso de formação e vencer esse desafio que estava por vir. Ter passado por um treinamento pregresso e trabalhado em uma Organização Militar foi fundamental para facilitar a minha adaptação e execução das atividades cobradas. Para finalizar, recebi com muita alegria a minha classificação em primeiro lugar no curso de formação e, pude perceber, com isso, o quanto valores militares como disciplina e comprometimento me ajudaram a trilhar esse caminho”, comentou.

Pelo desempenho durante o curso, a nova Oficial foi agraciada com o “Prêmio Força Aérea Brasileira”, entregue pelo Comandante Interino do CIAAR, Coronel Aviador José Henrique Kaipper, e com o “Prêmio Honra ao Mérito do Ministério da Defesa”, entregue pelo Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio Rodrigues Pereira Bastos Junior.

O Comandante-Geral do Pessoal da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Reis, entregou a espada, símbolo do oficialato e realizou a imposição da Medalha Eduardo Gomes Aplicação e Estudo, destinada a incentivar a aplicação nos estudos e na instrução de Oficiais e Praças do Comando da Aeronáutica que venham a se distinguirem nas atividades escolares.

 

Fotos: CIAAR


Fonte: CIAAR, por Tenente Lorena
Edição: Agência Força Aérea

Tags: CIAAR,FORMATURA,NOVOS OFICIAIS

O período de inscrição para o Exame está previsto para 05/12/2022 a 19/12/2022, e as provas escritas para o dia 19/03/2023

 
Fonte: Agência Força Aérea
Edição: Agência Força Aérea
 
 

A Força Aérea Brasileira (FAB) abrirá 103 vagas para o Estágio de Adaptação ao Oficialato (EAOF) do ano de 2023. As inscrições começam nesta segunda-feira (05/12) e terminam no dia 19/12/2022. Para se inscrever basta acessar o site www.ciaar.intraer. A taxa de inscrição é de R$ 100,00 (cem reais).

Para participar do exame o candidato deve ser Suboficial do Quadro de Suboficiais e Sargentos (QSS) ou do Quadro Feminino de Graduados (QFG) de especialidade correlata à do Quadro de Oficiais Especialistas da Aeronáutica (QOEA). Precisa ter concluído, com aproveitamento, o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS), não completar até a conclusão do estágio 63 anos de idade e ter sido promovido à atual graduação até 1º de dezembro de 2022, independente do tempo de serviço que possuir.

O processo seletivo é composto de Provas Escritas (Língua Portuguesa, Conhecimentos Especializados e redação), Inspeção de Saúde, Exame de Aptidão Psicológica, Teste de Avaliação do Condicionamento Físico e Validação Documental.

As provas escritas ocorrerão no dia 19/03/2023. Os aprovados em todas as etapas deste processo seletivo e selecionados pela Junta Especial de Avaliação (JEA), deverão se apresentar no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), em Lagoa Santa (MG), no dia 04/09/2023, para matrícula no estágio que tem duração aproximada de treze semanas. Após a conclusão do estágio com aproveitamento, o aluno será nomeado Segundo-Tenente do Quadro de Oficiais Especialistas da Aeronáutica. 

 

"A Direção do PAMA LS esclarece que não promoverá o evento Portões Abertos em setembro deste ano, conforme está circulando nas redes sociais. A imagem divulgada é referente ao evento realizado pela GUARNAE-LS em 2018.

Ressaltamos que todas as informações oficiais referentes a eventos promovidos pela Guarnição de Aeronáutica de Lagoa Santa são divulgados por meio dos veículos de comunicação oficiais da Força Aérea Brasileira."

 

À frente do CIAAR há dois anos, o Brigadeiro do Ar Max Cintra Moreira passou o cargo ao Coronel Aviador José Henrique Kaipper

 O Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), localizado em Lago Santa (MG), realizou na última quinta-feira (07/04), a Cerimônia Militar de Passagem de Comando. À frente do CIAAR há dois anos, o Brigadeiro do Ar Max Cintra Moreira passou o cargo ao Coronel Aviador José Henrique Kaipper. A cerimônia foi presidida pelo Comandante-Geral do Pessoal, Tenente-Brigadeiro do Ar Ricardo Reis Tavares, e contou com a presença de Oficiais-Generais da Força Aérea Brasileira (FAB), entre outras autoridades militares e civis.

 

O Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio Rodrigues Pereira Bastos Junior, presidiu o Ato de Passagem de Comando e parabenizou o Brigadeiro Max por ter cumprido sua missão e desejou boas-vindas ao Coronel Kaipper. “Caro amigo Brigadeiro Max, em nome da DIRENS, receba nossos sinceros agradecimentos, pois ao passo que o senhor cumpria sua missão, contribuía sobremaneira para que a DIRENS pudesse assegurar a excelência do ensino dos homens e mulheres da Força Aérea Brasileira, tornando-se referência na gestão de ensino militar. Ao Coronel kaipper, o senhor foi escolhido pelo Alto-Comando da Aeronáutica para exercer um cargo privativo de Oficial-General da FAB, pelo seu excelente desempenho profissional apresentado ao logo da carreira, fruto de seu comprometimento, capacidade de liderança e conhecimento. Desta feita, conte comigo e com todos os integrantes da DIRENS, pois estaremos prontos, diuturnamente, para apoiá-lo no que for preciso, a fim de alcançarmos juntos os objetivos e metas afetos a Diretoria e à Força Aérea Brasileira”, discursa.

 

 No discurso de despedida, o Brigadeiro Max ressaltou sobre o desafio de comandar a Organização Militar no período de enfrentamento da pandemia da COVID-19, fez agradecimentos e desejou as boas-vindas ao seu sucessor e família. “Após dois anos intensos, voando nas asas do CIAAR, faço agora meu pouso final. Sei que fui apenas um tripulante desta imensa e moderna aeronave, mas um tripulante que buscou fazer o seu melhor para ajudar pavimentar esta aerovia, que é a linda história desta Organização Militar de Ensino. Despeço-me agora do agradável convívio diário que tive com cada um dos senhores e senhoras, mas sempre levarei, gravado no meu coração o lema do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica que traduz a grandeza da missão de seu efetivo, eternizadas pelas palavras de ordem: Ser, Saber, Agir e Liderar. Muito Obrigado”, disse o Oficial-General.

Na ocasião, também, foi realizado o descerramento de fotografia do Comandante substituído na Galeria de Comandantes do CIAAR. Oportunidade em que o Brigadeiro Max entregou ao Coronel Kaipper o distintivo da Organização Militar.

 

O Coronel Aviador José Henrique Kaipper é natural da cidade de Santa Maria (RS). Ingressou na FAB em 1º de fevereiro de 1988 e foi promovido ao atual posto em 31 de agosto de 2017. Antes de assumir o cargo de Comandante do CIAAR, ocupou o cargo de Adido Aeronáutico na Inglaterra e Noruega.

Fotos: Soldado Magalhães, SCS CIAAR, Cabo Alexandrino / II COMAR e Soldado Gullity /GSD-RF

Fonte: CIAAR, por Tenente Lorena
Edição: Agência Força Aérea

Tags: CIAAR,COMANDANTE

Fim do conteúdo da página