Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Clique sobre as aeronaves para navegar

A 29

T27

T25

T24

T6

 

História

Em 09/04/1966, o primeiro protótipo do N-621 realizava seu voo inaugural, decolando da pista de São José dos Campos (SP) sob o comando do piloto de provas Brasílico Freire Neto. Destinado a ser o sucessor do legendário North American T-6 na FAB, o avião tinha o prefixo experimental PP-ZTW e suas linhas elegantes seguiam os cânones de design aeronáutico instituídos pelo genial projetista italiano Stelio Frati. Já nesse primeiro voo, Brasílico classificava a aeronave como um puro-sangue. Sua história teve início de 1962, quando o Ministério da Aeronáutica, cujo orçamento modesto impedia a importação de treinadores Beech T-34 "Mentor" e Pilatus PC-2, contatou a Indústria Aeronáutica Neiva, então fabricante dos Paulistinha P-56 e Regente C-42 e L-42 em Botucatu (SP), para projetar e construir um monomotor de treinamento básico-avançado.

Trabalhando num escritório-oficina de protótipos em S. J. dos Campos, um equipe liderada pelo experiente Joseph Kovacs criou assim o primeiro monomotor brasileiro de alto desempenho destinado a ser fabricado em série: o Neiva "Universal", N-621 para o fabricante, T-25 para a Força Aérea Brasileira. Em dezembro de 1967, a Neiva ganhou o contrato para a fabricação de 150 "Universal", em linha de montagem especificamente criada junto ao aeroporto de S.J. dos Campos.

Em 07/04/71, era entregue à FAB o primeiro T-25, já bem diferenciado do PP-ZTW devido a modificações impostas pelos requisitos militares. No início de 1975, as 150 unidades já haviam sido produzidas: 140 foram incorporada à FAB, incluindo a versão armada T-25A, destinada a integrar os esquadrões de reconhecimento armado (EMRA), e outras 10 foram exportadas para o Chile. Outras 28 unidades foram posteriormente encomendadas pela FAB, tendo sido entregues até 1979. A Esquadrilha da Fumaça, desativada desde 1976, renasceu em 1982 com o "Universal" T-25.

Informações Técnicas

● Fabricante: Sociedade Construtora Aeronáutica Neiva - Brasil

● Emprego: Treinamento e Esquadrilha da Fumaça

● Características: Monoplano, asa baixa, monomotor, biplace lado a lado

● Motor: Lycoming 10-540K 1D5 de 300Hp, horizontal de 6 cilindros opostos e injeção direta

● Envergadura: 11,00 m

● Comprimento: 8,60 m

● Altura: 3,00 m

● Superfície alar: 17,20 m²

● Peso vazio: 1.150 Kg

● Peso máximo: 1.700 Kg

● Velocidade máxima: 275 Km/h

● Razão de subida: 320 m/min

● Teto: 5.000 m

● Alcance: 1.150 Km

Imagens/Ilustrações

T-25C FAB 1850, Esquadrilha "Cometa Branco", Academia da Força Aérea (1980-1983).

 

 

 * fonte: revista Skydive, ano 2 no. 11 de 1995. Texto de autoria de Fernando Almeida
** ilustrações: Rudnei Dias da Cunha (http://www.rudnei.cunha.nom.br/)

Fim do conteúdo da página