Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Como solicitar uma demonstração da Esquadrilha da Fumaça?

Para solicitar uma demonstração, é necessário enviar um ofício assinado ao Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER) com antecedência mínima de 4 meses, mencionando nome, endereço, data do evento, telefone para contato e público estimado. Recomenda-se estipular outras datas para a demonstração, tendo em vista uma impossibilidade do atendimento na data solicitada.

Após a deliberação da previsão da agenda de demonstrações realizada pelo Comando da Aeronáutica, o CECOMSAER confirmará junto ao solicitante, com antecedência de 30 dias do evento solicitado, se o pedido foi ou não aprovado.

As exibições da Esquadrilha da Fumaça são apresentações públicas, GRATUITAS, de caráter institucional, não cabendo, portanto, veiculações com propósito comercial ou de propaganda político-partidária.

ATENÇÃO: É IMPRESCINDÍVEL INFORMAR NOME E TELEFONES (FIXO E CELULAR) DA PESSOA RESPONSÁVEL PELO EVENTO PARA CONTATO.

O ofício deve ser enviado ao:

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA AERONÁUTICA
A/C Exmo Sr Brigadeiro do Ar Antonio Ramirez Lorenzo

Pelos Correios:
Esplanada dos Ministérios
Bloco M – 7º andar
CEP 70.045-900 – Brasília/DF

Por e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para confirmação de recebimento, favor ligar para: 55 (61) 3966-9699

 

Como é definida a agenda de demonstrações da Esquadrilha da Fumaça?

 As demonstrações do EDA são definidas, normalmente, com até um mês de antecedência, pelo Centro de Comunicação Social da Aeronáutica. Para tanto, são analisados diversos fatores, tais como:
1) Importância do evento no cenário nacional/internacional;
2) Público estimado para o evento;
3) Disponibilidade de infraestrutura aeroportuária no local ou nas proximidades;
4) Planejamento de consumo de hora de voo em função da localidade a ser atendida.

 

Como é produzida a fumaça?

A fumaça que sai dos aviões da Esquadrilha da Fumaça é produzida pela queima de um óleo lubrificante biodegradável. Ao ser acionado pelo piloto, o óleo é injetado no escapamento direito da aeronave e em contato com o escapamento quente, transforma-se em fumaça.

 

A Esquadrilha da Fumaça ministra palestras?

A missão da Esquadrilha da Fumaça é realizar demonstrações aéreas. Por isso, as palestras são autorizadas, conforme a disponibilidade de agenda do Esquadrão, com o intuito de divulgar a Força Aérea Brasileira. A palestra é gratuita, de caráter institucional e motivacional, não devendo haver, portanto, cobrança para as pessoas presentes.

A solicitação pode ser feita por meio do envio de um documento contendo os dados abaixo para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.;

  • Motivo da solicitação;
  • Data do evento (como sugestão, informar datas alternativas para facilitar o agendamento da palestra);
  • Composição da audiência e quantidade de pessoas estimada;
  • Outras informações que julgar necessário;
  • Dados para contato: Nome, Endereço completo (rua, número, bairro, cidade, UF, CEP), telefone, telefone celular, FAX e e-mail.

 

Como realizar uma matéria jornalística com a Esquadrilha da Fumaça?

Em demonstrações, a equipe responsável pela Comunicação Social da Esquadrilha da Fumaça atende às solicitações da imprensa in loco, logo após o pouso na localidade ou após o voo de demonstração.

Para produção de matérias com mais detalhes, é preciso fazer uma solicitação para que o órgão de imprensa se desloque até a sede da Esquadrilha da Fumaça. A solicitação é encaminhada ao Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER), órgão responsável por autorizar o pedido. A solicitação precisa conter:

  • Pauta da matéria;
  • Outras informações que julgar necessário;
  • Dados para contato: Nome, Endereço completo (rua, número, bairro, cidade, UF, CEP), telefone, telefone celular, FAX e e-mail;
  • Comprometer-se a enviar uma cópia física do material quando da publicação de interesse do Esquadrão.

Após despacho do CECOMSAER, a Esquadrilha da Fumaça contata o solicitante.

 

Quem voa durante uma demonstração?

Por motivos de segurança, durante uma demonstração, o piloto voa sozinho na aeronave. Quando a aeronave está sendo utilizada para deslocamentos, onde não ocorrem manobras, normalmente, um outro piloto ou um Anjo da Guarda acompanha o piloto em comando.

 

Eu posso voar nas aeronaves da Esquadrilha da Fumaça?

Infelizmente os voos de pessoas não envolvidas com a atividade do EDA não estão autorizados.

Além de outros aspectos do nosso voo, a aeronave possui assentos ejetáveis, o que requer conhecimento e treinamento específicos.

Por vezes, é autorizado pelo Centro de Comunicação Social da Aeronáutica que personalidades participem de um voo de treinamento, de maneira que o Esquadrão conquiste espaço na mídia e retorno em termos de imagem institucional, divulgando não somente o seu trabalho, mas a Força Aérea Brasileira.

Vale ressaltar, ainda, que os envolvidos precisam estar em perfeitas condições de saúde e dentro dos parâmetros exigidos pelo fabricante do assento ejetável que equipa a aeronave , bem como recebem um briefing cuidadoso de uso do equipamento, observando as normas de segurança sempre presentes no Esquadrão.

 

Como funciona o sistema de escrita da Esquadrilha da Fumaça?

O sistema de escrita com fumaça foi um projeto criado por técnicos da Fumaça para ser utilizado, inicialmente, na aeronave T-27 Tucano. Com base nessa ideia, a EMBRAER produziu, em coordenação com equipe de manutenção do EDA, um novo sistema de programação de escrita com fumaça criado especialmente para a aeronave A-29 Super Tucano. A frase, inserida neste software ainda em solo, possibilita a escrita no céu.

Para formar as letras, sete aeronaves voam em formatura “linha de frente”, ou seja, uma ao lado da outra, com velocidade constante. Ao comandamento do Líder da Esquadrilha, todos os pilotos acionam o sistema de escrita e o computador da aeronave gerencia o acionamento da bomba que liga e desliga a fumaça, conforme a frase selecionada e a posição de voo. As letras podem ser vistas por espectadores a uma altura de, aproximadamente, 10 mil pés, o que corresponde a três mil metros.

Quer saber mais? Clique aqui e acesse o blog da Força Aérea. Lá tem uma matéria completa sobre o sistema de fumaça!

 

Como ingressar na Esquadrilha da Fumaça?

Para ingressar na Esquadrilha da Fumaça é preciso ser oficial aviador da Força Aérea Brasileira (FAB)  assim como ser aprovado pelo Conselho Operacional do EDA.

Para que os aviões possam voar com o máximo desempenho e total segurança, uma equipe de técnicos altamente especializados trabalha incansavelmente. Esses técnicos, formados pela Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), são carinhosamente chamados de “ Anjos da Guarda”. Para ser Anjo da Guarda do EDA é preciso ter dois anos de experiência na sua especialidade exercida na AFA e ser aprovado por um Conselho Operacional.

Ser integrante da Esquadrilha da Fumaça é uma das alternativas de carreira do militar da FAB. Para ingressar na carreira militar existem diversas opções, de acordo com a idade e a escolaridade, conforme divulgado no site www.fab.mil.br/ingresso.

 

Posso visitar a sede da Esquadrilha da Fumaça?

O Esquadrão de Demonstração Aérea está sediado na Academia da Força Aérea e recebe visitas agendadas de segunda à sexta-feira das 13h às 16h30 ; nos sábados e domingos, é possível visitar o hangar da Fumaça, sem necessidade de agendamento, das 10h às 12h e das 14h a 16h, exceto feriados.

Venha conhecer o nosso hangar, salão histórico e aeronaves!

 

Como são escolhidas as músicas da Trilha Sonora da Esquadrilha da Fumaça?

A trilha sonora do Esquadrão de Demonstração Aérea é feita por meio de uma coletânea de músicas que realçam as emoções vivenciadas pelo público que assiste à demonstração. Para cada sequência de manobras, é selecionada uma música.

 

Qual é a frequência rádio utilizada pelos pilotos durante a demonstração?

A frequência rádio utilizada pelos pilotos durante a demonstração é reservada por questões de segurança. Ela é definida no briefing de preparação da demonstração. A interferência nessa frequência compromete a segurança da demonstração, pois os pilotos utilizam este canal para prover a separação entre os aviões e os encaixes das manobras.

 

Uma demonstração da Esquadrilha da Fumaça pode ser cancelada?

Os mecânicos das aeronaves do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), chamados de “Anjos da Guarda”, realizam um minucioso trabalho para que os aviões possam voar com o máximo desempenho e total segurança. No entanto, as aeronaves são passíveis de falha técnica e a indisponibilidade de qualquer um dos 7 aviões utilizados para o voo de demonstração leva ao cancelamento.

Outra situação que pode cancelar uma demonstração é o organizador do evento não cumprir todas as exigências para que ela ocorra dentro dos parâmetros de segurança para o público expectador e para os pilotos.

A demonstração também pode ser cancelada devido às condições meteorológicas adversas e até mesmo devido à concentração de pássaros no local da demonstração.

A decisão de cancelamento é prerrogativa do Comandante do EDA e será sempre levado em consideração que a segurança operacional vem à frente da demonstração.

O agendamento de uma nova demonstração precisa seguir o trâmite comum de solicitação de demonstração ao Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER).

 

Como é feita a inclusão de uma nova manobra ao display de demonstração?

Primeiramente, há uma reunião com todos os pilotos para avaliar a viabilidade da nova manobra e como ela vai se “encaixar” no display, isto é, na sequência da demonstração. A próxima etapa é a realização de voos de treinamento com o aumento gradativo da quantidade de aeronaves envolvidas. Após todos os treinamentos e avaliações necessários, é realizada uma nova reunião com os pilotos para homologar a mudança.

 

Existe um ranking entre as Esquadrilhas do mundo?

Não, porque as diversas esquadrilhas utilizam aviões diferentes e com características particulares. Nossa esquadrilha, todavia, é bastante admirada pelas manobras que realiza com a aeronave no dorso, ou seja, de cabeça para baixo.

Há um clima bastante cordial entre as esquadrilhas, pois há um grande interesse pela troca de experiências.

 

Por que é difícil voar de dorso?

Porque durante o voo de dorso, os comandos de voo são utilizados de forma invertida, ou seja, para fazer uma curva para a direita, o piloto movimenta os comandos no sentido contrário. Isso também vale para subidas e decidas.

 

Fim do conteúdo da página