Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

No local onde a cidade de Recife nasceu, conhecido como Marco Zero, à beira do Cais do Porto, mais de 40.000 pessoas vibraram com as 50 manobras e acrobacias da Esquadrilha da Fumaça.

Após 15 anos de ansiosa espera, o público aracajuano finalmente se reencontra com a Esquadrilha da Fumaça. O céu da Praia de Atalaia testemunhou, neste domingo, dia 15, as acrobacias da equipe da Força Aérea Brasileira. Às 15h30, horário marcado, as condições climáticas não estavam propícias para o voo acrobático. Uma hora depois, porém, os sete aviões com as cores da bandeira do Brasil retornaram para o local da apresentação e encantaram a população sergipana.

O Farol da Barra parou para ver os sete aviões da Esquadrilha da Fumaça neste sábado, dia 14. A cidade de Salvador foi o ponto de partida do circuito especial de apresentações que o Esquadrão está fazendo nas regiões Norte e Nordeste. A última vez que a equipe esteve na cidade foi em 2012, ainda com a aeronave T-27 Tucano. Agora equipada com o A-29 Super Tucano, a Esquadrilha da Fumaça encheu o céu soteropolitano com mais de 50 manobras.

A equipe da Esquadrilha da Fumaça já está pronta para dar início ao circuito Norte e Nordeste do Brasil. De 12 a 30 de julho, um grupo de 45 militares formado por Oficiais e Graduados participará do primeiro circuito de demonstrações aéreas na região Nordeste, utilizando as aeronaves A-29 Super Tucano. “Para nós, é um grande privilégio poder retornar a essas regiões, realizando doze apresentações com o avião A-29 Super Tucano e representando, de forma bastante profissional, a Força Aérea Brasileira”, comentou o Comandante da Esquadrilha da Fumaça, Tenente-Coronel Marcelo Oliveira da Silva.

O piloto da posição de número 5 da Esquadrilha da Fumaça, Capitão Gustavo Natalício, concluiu o Curso de Piloto Operacional de Demonstração Aérea (PODA) na tarde desta última quarta-feira, dia 4 de julho. Assim que desceu da aeronave, após realizar seu primeiro voo sozinho na posição, ele foi recebido pelo seu instrutor, Capitão Pedro Esteves, que o parabenizou pela conquista, assim como todos os outros integrantes do esquadrão.

“Sempre foi um grande sonho nosso conseguir a realização de uma demonstração da Esquadrilha da Fumaça aqui em Santa Cruz da Esperança”. A afirmação é do assessor administrativo da Prefeitura, Luís Evaneo Guerzoni, que demonstra uma grande admiração pelo trabalho da Fumaça. “Uma apresentação desse porte, como é a da Esquadrilha, nunca aconteceu em nosso município. Será a primeira vez que teremos o privilégio de assistir às acrobacias dos pilotos da Força Aérea Brasileira”.

Fim do conteúdo da página