Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Um público que surpreendeu e lotou o pátio de operações do Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS). Nas estradas, carros de Belo Horizonte, a pouco mais de 30km de distância, e de toda a região metropolitana faziam fila para acessar os Portões Abertos, que teve início às 9h e contou com atrações durante todo o dia.

Foram seis anos de espera e muitos pedidos recebidos para que a Esquadrilha da Fumaça retornasse para a região metropolitana da capital mineira. E esse reencontro acontecerá neste domingo, dia 30 de setembro, nos Portões Abertos 2018 da Guarnição de Aeronáutica de Belo Horizonte, que ocorrerá no Parque de Material Aeronáutico (PAMA-LS), em Lagoa Santa (MG), a pouco mais de 30km de BH. A última demonstração na região ocorreu em 2012, ainda com os T-27 Tucano, na Pampulha, antigo local onde se encontrava o CIAAR. 

Ser selecionado para compor a equipe da Esquadrilha da Fumaça é um dos pontos altos da carreira do piloto da Força Aérea Brasileira que opta ser candidato a uma vaga. Após ingressar na equipe, ainda que seja um piloto experiente, é necessário realizar o curso de Piloto Operacional de Demonstração Aérea (PODA) para poder voar nas apresentações aéreas da Fumaça. Concluir esse curso, portanto, é outro grande marco na carreira, pois, a partir da sua conclusão, se torna apto a voar em demonstrações para os públicos no Brasil e no mundo. Selecionados em 2017 para compor a equipe a partir de 2018, os pilotos Capitão Rafael Grothe e Capitão Renan Santoro concluíram os seus cursos e agora são considerados operacionais nas posições #2 e #3, respectivamente. 

Foi um final de semana agitado para mais de 90.000 pessoas nos Portões Abertos da Ala 2 e da Ala 5, com duas demonstrações no final de semana do feriadão do Dia da Independência. Após desfile aéreo e demonstração na capital, Brasília/DF, a Esquadrilha da Fumaça seguiu no centro-oeste do Brasil, realizando uma demonstração em Anápolis/GO no dia 8 e uma em Campo Grande/MS no domingo, dia 9 de setembro. 

Com a responsabilidade de abrir as atrações do tradicional desfile do dia 7 de setembro em comemoração a independência do Brasil na capital federal, logo após a autorização para o início do evento pelo Presidente da República Michel Temer, a Esquadrilha da Fumaça iniciou as atividades a 2,5 quilômetros de altura: sobre a Esplanada dos Ministérios, com a escrita em fumaça "Pátria amada... Brasil!", ao término do hino nacional, o público pode testemunhar o marco do início do desfile, que durou cerca de duas horas e contou com a participação de diversas instituições representando a sociedade civil, as forças armadas e organizações de segurança pública.

Após participar das comemorações do Dia da Independência na capital federal, a agenda de demonstrações da Esquadrilha da Fumaça segue cheia neste fim de semana, com mais duas demonstrações previstas.

No sábado, dia 8, é a vez de Anápolis (GO), no evento Portões Abertos da ALA 2. Já no domingo, a Fumaça segue viagem para participar do evento Portões Abertos da ALA 5, em Campo Grande (MS). Nas duas ocasiões, a demonstração está prevista para as 16h.

Além da Esquadrilha da Fumaça , também haverá diversas atividades e exposições no chão, apresentando ao público um pouco mais sobre o trabalho da FAB.

 

ALA 2

A ALA 2 é uma Organização da FAB sediada em Anápolis, interior de Goiás, e atualmente sedia um esquadrão de caça, o 1º Grupo de Defesa Aérea (1º GDA), que opera aeronaves F-5M, além dois esquadrões de reconhecimento, o 1º/6º GAV e 2º/6º GAV, que voam aeronaves R-35 e R-99/E-99, respectivamente. Há, também, a expectativa de a ALA 2 receber um esquadrão de transporte a partir de 2019, o 1º Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT), que irá operar com as novas aeronaves KC-390. Além das Unidades Aéreas, o 3º Grupo de Defesa Antiaérea (3ª GDAAE) também tem a ALA 2 como sua sede.

ALA 5

Sediada na capital do Mato Grosso do Sul, a ALA 5 também é conhecida como “a Sentinela Alada do Pantanal”. Além de ser a sede do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (PARA-SAR), a ALA 5 também é a casa de três Unidades Aéreas: o 1º/15º GAV, operando aeronaves de transporte C-105 Amazonas; o 2º/10º GAV, que além de operar a aeronave SC-105 para missões de busca e salvamento, recentemente recebeu helicópteros H-60L Blackhawk; e o 3º/3º GAV, que voa aeronaves de caça A-29.

 

*Outras informações com a Seção de Comunicação Social da Fumaça, pelo telefone: (19) 3565-7236.

 

Texto: Cap Grothe

Foto: SO Ribeiro

Fim do conteúdo da página