Tecnologia da Informação no apoio à CRUZEX 2018

29 Novembro 2018 by Portugues 753 Views
Rate this item
(0 votes)

Durante a CRUZEX 2018, 45 militares da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) e dos Centros de Computação da Aeronáutica (CCA) foram responsáveis pelos serviços prestados a mais de 2000 usuários. Para isso, foram utilizados 8 servidores, 40 switches, 140 Laptops, 8 Impressoras e um quilômetro de fibra óptica.

O chefe da equipe de TI do Exercício, Major Engenheiro Érico Asano de Mello, explica que foram montadas duas redes fisicamente segregadas, sendo uma interna e dedicada aos serviços da rede CRUZEX e outra específica para trafegar videoconferência e telefonia com a área operacional. “Para montagem da rede da videoconferência houve um trabalho conjunto entre DTI e Grupo de Comunicações e Controle para integrar os meios empregados na rede local com os equipamentos de comunicação via satélite”, relata o Major.

“Já a rede CRUZEX, segregada de qualquer outra rede, foi utilizada por nacionais e estrangeiros para gerenciar as informações do exercício. A rede contou com aproximadamente 140 computadores e basicamente foram disponibilizados serviços de correio eletrônico operacional, servidor de arquivos, impressão e o Sistema de Operações Militares”, complementa o Major Érico. Segundo ele, todas as informações geradas no exercício são armazenadas apenas nesses meios, gerando um histórico para futuros treinamentos. Para montar toda essa estrutura, foram necessários 9 dias.

“Para suporte às atividades fim do exercício, também foi disponibilizado acesso à internet de alta velocidade para os mais de 2000 usuários da operação, algo inédito em exercícios militares”, diz o Major. 

Para garantir segurança, disponibilidade de todos os sistemas empregados, também foi ativada uma célula de defesa cibernética, responsável por monitorar tanto o funcionamento de cada ativo da rede, quanto o tráfego de dados dos usuários, alertando imediatamente em caso de comportamento contrário à política de segurança da informação do exercício.

 

Saiba mais

O Sistema de Operações Militares é o elemento central de gerenciamento de informações do exercício. Nele é feito o gerenciamento de requisições e suporte (todos os pedidos de helpdesk de TI e Facilidades (alimentação, transporte, acomodação), bem como as requisições para a área operacional, como combustível, equipamentos de pista, fontes de energia para aeronaves, entre outros).  

Além disso, o site também é utilizado para produzir e disponibilizar relatórios operacionais, como segurança de voo, relatório de debriefing de missão, relatórios de planejamento e meteorologia por exemplo.

Com base nos dados inseridos, o sistema realiza rotinas de BI (Business Intelligence), ou seja, coleta, organiza e analisa os dados e produz relatórios gerenciais que ajudarão na tomada de decisão dos comandantes e no aprimoramento de exercícios futuros. É possível, por exemplo, visualizar o panorama completo das missões, identificar fase do voo ou as causas que geram mais incidentes ou insucesso das missões.

Na área logística também é possível gerar estatísticas de atendimento de helpdesk, solicitações de combustível, panes e equipamentos de pista. Só na área do helpdesk de TI e Facility Center foram atendidos mais de 1100 chamados. 

Fotos: Soldado Simplício