Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Slideshow > OMA condecora 119 personalidades no Rio de Janeiro
Início do conteúdo da página

O Dia da Força Aérea Brasileira e do Aviador foi comemorado em 23 de outubro, no Rio de Janeiro, com uma cerimônia militar que condecorou 119 personalidades, entre militares e civis com a imposição da medalha da Ordem do Mérito Aeronáutico (OMA), a mais alta comenda da FAB. A solenidade foi presidida pelo diretor-geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas.

Estiverem presentes as seguintes autoridades: Tenente-Brigadeiro do Ar Paulo Roberto Röhrig Britto, Tenente-Brigadeiro do Ar Marco Aurélio Gonçalves Mendes, demais oficiais generais da ativa e da reserva da Marinha do Brasil (MB), do Exército Brasileiro (EB) e do Comando da Aeronáutica, comandantes, chefes, diretores, prefeitos e convidados.

Durante o evento foi lida a Ordem do Dia do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez. O texto recordou os feitos, tributos e virtudes de Alberto Santos-Dumont, Patrono da Aeronáutica Brasileira e a trajetória dos 74 anos da Força.

No texto, o comandante lembrou do apoio que a FAB prestou as vítimas da tragédia de Brumadinho, as enchentes provocadas por um ciclone em Moçambique, o apoio à Operação Acolhida em Roraima com o ingresso dos mais de 11 mil venezuelanos no País e o combate aos focos de incêndio na Amazônia, durante a Operação Verde Brasil.

Ressaltou, ainda, a chegada do KC-390; a entrega do Gripen F-39, o FAB 4100, na Suíça; o Centro de Operações Espaciais (COPE), que tem como premissa garantir o funcionamento dos serviços prestados pelo Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicação Estratégica (SGDC). “Em síntese, estes são os esforços empreendidos pela Força Aérea Brasileira, nos campos da ciência e tecnologia, formação e aperfeiçoamento de recursos humanos e capacitação operacional, visando à defesa do nosso espaço aéreo, ao desenvolvimento tecnológico e ao fomento da nossa indústria nacional de defesa” – concluiu.

Após a entrega da OMA, a cerimônia foi encerrada com o desfile da tropa, constituída pelos seguintes grupamentos: Banda de Música da Ala 11, comandante da tropa e seu Estado-Maior, Guarda-Bandeira, Grupamento de Bandeiras Históricas, Grupamento Armado do Grupo de Segurança e Defesa do Galeão, Primeiro Grupamento da Guarnição de Aeronáutica do Galeão, Segundo Grupamento da Guarnição de Aeronáutica do Galeão, Primeiro Grupamento da Guarnição de Aeronáutica do Rio de Janeiro, Segundo Grupamento da Guarnição de Aeronáutica do Rio de Janeiro, Primeiro Grupamento da Guarnição de Aeronáutica dos Afonsos, Segundo Grupamento da Guarnição de Aeronáutica dos Afonsos e Grupamento da Guarnição de Aeronáutica de Santa Cruz.

A OMA

A Ordem do Mérito Aeronáutico é uma distinção concedida aos militares da Aeronáutica Brasileira que tenham prestado notáveis serviços ao País, ou se tenham distinguido no exercício da sua profissão; aos militares das Forças Armadas Nacionais e Estrangeiras que se tenham tornado credores de homenagem da nação brasileira e, particularmente, da Aeronáutica; aos cidadãos  brasileiros e estrangeiros que se tenham destacado nas suas áreas de atuação e serviço da pátria; e às corporações militares nacionais e estrangeiras, suas bandeiras ou estandartes, por serviços ou ações que as recomendem ao reconhecimento da nação brasileira e, de modo particular, da Aeronáutica.

 

Reportagem: 1º Ten JOR Myrian Bucharles Aguiar
Fotos: 2S Rodrigo Rocha

Fim do conteúdo da página