Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias
Início do conteúdo da página

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizou na tarde desta quinta-feira (25) o lançamento de um Foguete de Treinamento Básico (FTB) na Operação Falcão I/ 2020. A operação integra o cronograma de atividades de lançamento do CLA do ano de 2020. Além do treinamento operacional das equipes envolvidas, a Operação exercita as principais funções de comunicações, telemetria, rastreamento e gerenciamento dos procedimentos de segurança e comandos para lançamentos.

O lançamento ocorreu às 17h52min (horário de Brasília) com o veículo atingindo uma altitude máxima (apogeu) superior de 30 quilômetros em 1min15seg. Em um total aproximado de 2min44seg de tempo em voo até o término do rastreio sobre a costa alcantarense.

“Destaca-se na  Operação Falcão a operacionalidade do Centro, treinamento de equipes e meios, sendo essa operação voltada principalmente para a preparação para atividades de grande porte”, afirma o Diretor do CLA, Coronel Aviador Marcello Correa de Souza.

A Operação iniciou no dia 22 de junho, seguindo com os procedimentos de segurança de interdição e esclarecimento de área marítima, patrulhamento terrestre e aviso aos navegantes para a comunidade pesqueira local.

O Foguete de Treinamento Básico utiliza combustível sólido e é estabilizado por quatro hastes aerodinâmicas. O sistema de lançamento emprega um casulo reutilizável que pode ser novamente empregado em outras operações para integração do veículo junto à plataforma de lançamento.

A Operação Falcão, com apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB), é a primeira a ser realizada no CLA no ano de 2020 e, neste lançamento, não havia carga útil cientifica.

 

 

 

FOTOS: Cabo Borges, Soldado Alberto e Soldado Lopes Coelho/CLA

O Comando da Aeronáutica (COMAER) assinou, nesta terça-feira (23), um convênio com a Equatorial Maranhão, com objetivo de desenvolver uma solução inovadora de fornecimento de energia, por meio de tecnologia de Microrredes Inteligentes (geração fotovoltaica e armazenadores de energia), que possam aumentar a confiabilidade, qualidade e robustez nos processos críticos do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), mesmo em caso de falha no suprimento de energia da rede. O projeto está inserido no planejamento do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro e no Programa de Eficiência Energética do COMAER.

O ato de assinatura aconteceu por videoconferência - respeitando as normas do Ministério da Saúde em razão da pandemia do novo Coronavírus -, e contou com a participação do Vice-Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Major Brigadeiro do Ar Sérgio Roberto de Almeida; do Chefe da Quarta Subchefia do EMAER, Brigadeiro Engenheiro Eliezer de Freitas Cabral; do Diretor do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), Brigadeiro Engenheiro César Demétrio Santos; do Assessor do Ministério da Defesa, Brigadeiro do Ar Rogério Luiz Veríssimo Cruz; do Diretor do CLA, Coronel Aviador Marcello Correa de Souza; do Presidente da Equatorial Maranhão, Augusto Dantas Borges; do Diretor Corporativos de Serviços, Mauricio Velloso Ferreira; e do Professor da Universidade Federal do Maranhão, Doutor Luiz Antonio Ribeiro.

O Vice-Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica destacou, durante o evento, o valor estratégico do projeto de Alcântara. “A Força Aérea, hoje, dá um importante passo no desenvolvimento dos projetos espaciais, alinhados com as políticas públicas de desenvolvimento do país”, salientou o Major-Brigadeiro Almeida.

O Chefe da Quarta Subchefia do EMAER, responsável pelo Programa de Eficiência Energética no Comando da Aeronáutica, ressaltou a singularidade do convênio firmado. “O trabalho que será desenvolvido em Alcântara extrapola a melhoria de eficiência energética da planta, pois o resultado permitirá um aumento na confiabilidade das cargas de um processo crítico”, explicou o Brigadeiro Eliezer.

Para o Presidente da Equatorial Energia, Augusto Dantas Borges, a expectativa é de que os resultados sejam melhores do que  os planejados. "Estamos com uma equipe dedicada ao trabalho e esperamos ser referência não somente para o Brasil, mas para todo o mundo. Estamos felizes com essa parceria junto ao Ministério da Defesa e à Força Aérea, por intermédio do Centro de Lançamento, por permitirem a implantação de um sistema com padrão internacional de qualidade", ressaltou. 

 

 

Parceria entre FAB e Equatorial Energia

A parceria faz parte das atividades do Programa de Eficiência Energética do COMAER (PEE) para o desenvolvimento de projetos sustentáveis. Além disso, está alinhada com a Diretriz de Gestão de Energia do Comando da Aeronáutica, na redução de custos com energia elétrica, pela melhoria da eficiência dos equipamentos das Organizações Militares e geração de energia renovável. E, ainda, faz parte do planejamento de implementação de políticas públicas e do plano de consolidação no Centro Espacial de Alcântara, do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro.

Os recursos financeiros que serão aplicados no projeto são oriundos do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), conforme prevê a Lei 9.991, de 24 de julho de 2000. O projeto tem previsão de desenvolvimento em dois anos e estarão envolvidos militares do Centro de Lançamento de Alcântara, experientes profissionais da Equatorial Energia e professores da Universidade Federal do Maranhão.

 

Fotos: Soldado A. Soares / CECOMSAER e Soldado Alberto / CLA

Terminou neste domingo (24), a Ação Cívico-Social uarentena Solidária, promovida pela Guarnição de Aeronáutica de Alcântara (GUARNAE-AK). Desde o dia 16/05, a atividade atendeu 670 famílias de sete Agrovilas situadas em Alcântara (MA), além de duas comunidades do entorno.

Foram distribuídas cestas básicas alimentícias e kits de limpeza e higiene pessoal, totalizando 13 toneladas de insumos. Antes da doação, os pacotes foram higienizados. As localidades visitadas também passaram por limpeza após o encerramento da ajuda.

Além da doação de insumos, a iniciativa contemplou a entrega de máscaras de proteção, distribuição de cartazes e folhetos com orientações de prevenção e aferição de temperatura e pressão. Também ocorreu a limpeza de avenidas e pontos turísticos da cidade e do atracadouro do Porto do Jacaré.

 

 

Ainda, nessa sexta (22), teve início uma campanha de vacinação dos moradores contra a Influenza H1N1, que continuará nesta semana. Cerca de 3 mil doses foram doadas pelo Ministério da Saúde.

 

Em complemento à Ação, nos dias 19 e 20/05, os militares da GUARNAE-AK também participaram de uma campanha de doação de sangue para o Hemonucleo de Pinheiro (MA).

Sob a Coordenação do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), a missão contou com a participação do Grupamento de Apoio de Alcântara (GAP-AK), Esquadrão de Segurança e Defesa de Alcântara (ESD-AK) e Esquadrão de Saúde de Alcântara. A Agência Espacial Brasileira (AEB) também colaborou com a atividade com a doação dos produtos de limpeza e higiene.

 

De acordo com o Diretor do CLA, Coronel Aviador Marcello Correa de Souza, a Ação Cívico-Social foi um sucesso. “Essa ação teve o objetivo  de amenizar o sofrimento das comunidades e levar um pouco de conforto para quem está sofrendo com a pandemia. Fomos muito bem recebidos em todas as comunidades visitadas e tenho certeza de que o objetivo foi  atingido”, disse.

 

O Centro de Lançamento de Alcântara – CLA juntamente com o Esquadrão de Segurança e Defesa de Alcântara  realizaram o apoio logístico e montagem de uma tenda solicitada pela Prefeitura Municipal de Alcântara ao lado do Hospital Dr. Neto Guterres, com o objetivo de servir  como primeiro atendimento aos pacientes que apresentarem os sintomas do Novo Coronavírus (COVID-19)

A tenda cedida será utilizada basicamente para pacientes com desconforto respiratório e febre, realizando a triagem e posterior atendimento, evitando aglomerações na recepção do hospital e possíveis contaminações.

“É o momento de unir forças para a prevenção e combate ao coronavírus, o CLA está sendo um parceiro importante que o município tem para ajudar a população alcantarense na Pandemia que vivemos hoje.” , diz Silvana Ferreira Silva, Diretora do Hospital Dr. Neto Guterres.

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) recebeu, na quinta-feira (4), o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, juntamente com Deputados Federais integrantes da Frente Parlamentar Mista do Programa Espacial Brasileiro (FPMPEB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB). A visita teve como objetivo apresentar a infraestrutura atualmente disponível e informações sobre os planos, projetos e programas relacionados à operacionalização comercial do Centro Espacial de Alcântara (CEA).

Os parlamentares foram recebidos no CLA pelo Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Major-Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara, e pelo Diretor do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), Coronel Aviador Marcello Corrêa de Souza. 

Durante o encontro, o Major-Brigadeiro Potiguara apresentou a estrutura aos visitantes. Logo depois, o Vice-Presidente da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais (CCISE), o Brigadeiro do Ar José Vagner Vital, explicou o Projeto Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE) com o foco na comercialização de lançamentos a partir de Alcântara.

Após as apresentações, os parlamentares conheceram o Centro de Controle do CLA, local onde é feita toda a coordenação das operações de lançamento. Em seguida, foram ao Setor de Preparação e Lançamento (SPL) e à Torre Móvel de Integração (TMI), plataforma de lançamento que se encontra em adaptação para receber o Veículo Lançador de Microssatélites (VLM): principal projeto nacional relacionado a veículos transportadores de cargas espaciais e que deve ser operado em Alcântara nos próximos anos.

O Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Cesar Pontes, ressaltou a importância do encontro. “Para mim, é fundamental o apoio do Congresso Nacional ao Programa Espacial Brasileiro, em especial por meio da Frente Parlamentar, tendo em vista o potencial de dinamização econômica e transformação social para toda sociedade brasileira”, frisou.  

O Presidente da AEB, Carlos Moura, comentou sobre a relevância do Centro e do Programa Espacial. "Temos que demonstrar aos integrantes da Frente Parlamentar o impacto e o valor desse projeto junto ao município de Alcântara e toda região, bem como as perspectivas futuras de incremento das atividades espaciais nesse contexto", resumiu.

Para o Presidente da Frente Parlamentar Mista do Programa Espacial Brasileiro, Deputado Federal Daniel Freitas, é preciso entender que o Brasil, hoje, tem vantagem mundial.

O Diretor do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), Coronel Aviador Marcello Corrêa de Souza, comentou sobre o encontro. "A reunião com a Frente Parlamentar Mista do Programa Espacial Brasileiro permitiu que os deputados vislumbrassem o potencial operacional e logístico que o CLA tem para o Brasil e para o mundo, no qual não é encontrado em outro Centro de Lançamento", finalizou.

Fotos: Soldado Lopes Coelho

Na última última sexta-feira (13/03), o Major-Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara, Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), presidiu a Cerimônia Militar de transmissão do cargo de diretor do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), do Coronel Aviador Marco Antonio Carnevale Coelho ao Coronel Aviador Marcello Corrêa de Souza.

Participaram, ainda, da solenidade o Vice-Governador do Estado do Maranhão, Carlos Orleans Brandão Júnior, o Presidente da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais (CCISE), Major-Brigadeiro do Ar Paulo Roberto de Barros Chã, o Chefe do Centro de Operações Espaciais, Brigadeiro Engenheiro Luciano Valentim Rechiuti, o Presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Senhor Carlos Augusto Teixeira de Moura, líderes das 7 agrovilas do entorna do CLA, representantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Em suas palavras de despedida o Diretor substituto falou sobre seus 1166 dias sob o comando do Centro e frisou as vantagens competitivas que fazem do CLA o local ideal – a partir de sua posição privilegiada - para as operações de lançamento. “Mostramos ao Brasil e ao mundo que as operações espaciais a partir desta posição podem ser lucrativas, pois o CLA está disponível o ano inteiro, tem segurança operacional, seus sistemas são confiáveis e diuturnamente manutenidos”.

O Diretor-Geral do DCTA agradeceu ao Coronel Carnevale pelo seu trabalho à frente do CLA e destacou o cumprimento fiel de seu planejamento e as atividades realizadas ao longo de sua gestão. “O seu apoio e conhecimento técnico, durante as inúmeras visitas de autoridades ao CLA, foram de fundamental importância para a concretização do Acordo de Salvaguarda Tecnológico, bem como os trâmites para a consolidação do Centro Espacial de Alcântara”, ressalta.

O Major-Brigadeiro Potiguara também comentou sobre as expectativas e desafios do novo diretor do CLA diante do lançamento e rastreio do voo do VS50 e a criação do Centro Espacial de Alcântara. “Sua missão à frente do CLA tem o respaldo da sua capacidade de liderança e de gestão, constatadas durante a sua passagem pelo Centro de Operações Espaciais, em Brasília.

O diretor que assume, Coronel Corrêa é natural da cidade do Rio de Janeiro (RJ) e ingressou na Força Aérea Brasileira (FAB) em 1990. Realizou todos os cursos de todos os cursos de carreira, dentro os quais se destacam: curso de formação de oficiais aviadores e o curso de aperfeiçoamento de oficiais. Realizou ainda, cursos de tática aérea, básico de guerra eletrônica, preparação de instrutores de voo, básico de enlace de dados táticos e inteligência para operações aéreas.

Dentre as experiências militares destacam-se: instrutor de voo em diversas aeronaves da FAB e como instrutor de voo de a-29 na força aérea chilena; participação e condução de operações e exercícios, incluindo exercícios multinacionais tais como cruzex e salitre, além de chefe do centro de operações de comando operacional.

 

Caros comandados,

Esta carta está direcionada não só a todo o CLA, meus comandados em linha direta, mas também a todos os integrantes da Guarnae-AK, pois, diversas vezes, mesmo que indiretamente, contarei com todos os senhores para que nossos objetivos sejam atingidos com êxito.

Como minha principal meta para os anos em que estarei a frente dessa distinta Guarnição, eu gostaria de elencar o BEM ESTAR DA TROPA. Vou trabalhar com todas as minhas forças buscando sempre uma melhoria constante na qualidade de vida de todos os integrantes da Guarnae-AK. Farei tudo o que estiver ao meu alcance para proporcionar melhores condições de trabalho e de habitabilidade nas nossas instalações, permitindo assim, um maior rendimento por parte dos recursos humanos adjudicados às nossas terras maranhenses. Vamos acabar definitivamente com o estigma negativo atualmente relacionado à localidade de AK.

Bastante relacionado com o objetivo acima elencado, segue minha segunda meta de comando: RECRUTAMENTO DE RH. Com muito empenho e certamente muita dificuldade, pretendo sair em busca de recursos humanos capacitados para engrossar nossas fileiras e nos ajudar a cumprir com êxito nossa missão. É sabido por todos que estamos muito aquém do necessário em termos de força de trabalho para tocar o nosso barco, porém essa condição não é exclusivamente nossa. Diversos setores da FAB vivem essa realidade, portanto vislumbro como a única forma de atrair RH para nossas unidades, a melhoria nas condições em AK, meta principal de meu cmdo, pois assim teríamos o incentivo que precisamos para motivar a vinda e a fixação de servidores capacitados.

Em terceiro lugar, mas não menos relevante que as outras metas, elenco a SEGURANÇA NAS ATIVIDADES ESPACIAIS, AÉREAS E NO TRABALHO. Nosso passado não nos permite falhas neste aspecto, contudo, temos uma nobre missão a cumprir, qual seja: preparar, lançar e rastrear; logo, teremos que prezar pelo profissionalismo e pela eficácia no cumprimento da nossa missão. Somente o comprometimento de todos permitirá o sucesso nesse importante balanceamento entre a segurança e a operacionalidade. Tenho certeza que contarei com mentes brilhantes e extremamente capacitadas para me proporcionar um correto assessoramento no intuito de buscarmos o ideal equilíbrio dessa balança.

Em consonância com as diretrizes de cmdo do Diretor Geral do DCTA, seguem as três próximas metas a serem atingidas em meus dois anos de cmdo. Enxergo como primordial a busca incessante pela TRANSPARÊNCIA E ACCOUNTABILITY na administração de nossos contratos e despesas. Isso significa, de forma resumida, buscar a responsabilidade com ética no trato da coisa pública. Para que sejamos gestores eficientes, sugiro um investimento razoável de homem hora num PLANEJAMENTO MINUCIOSO e abrangente de forma a nos permitir adaptações rápidas e eficientes aos obstáculos e oportunidades que naturalmente surgirão. Finalizo informando que terei como bandeira o ALINHAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL, ferramenta da qual não abrirei mão durante minha lida diuturna no CLA. Considero de suma importância a aproximação e o apoio dos órgãos superiores e colaterais para o bom cumprimento de nossa missão. Como exemplo desta importância, reitero a todos a importância de buscarmos o cumprimento irrestrito do PTA do CLA e do PLANSET do DCTA, pois eles traduzem o planejamento e ordens de nossos superiores.

Estou certo de que poderei contar com o apoio e dedicação de nossa tropa em prol da consecução das metas elencadas, de forma a estarmos aptos para enfrentar os desafios futuros de nosso Centro. Dentre estes, destaco a implantação do CEA como o mais complexo e relevante a ser enfrentado no futuro próximo, contudo, não obstante os óbices a serem vencidos, estou seguro que seguiremos firmes no propósito da excelência no cumprimento da missão do CLA.

Conto com todos nesta luta, só assim teremos sucesso!

Será uma honra conduzi-los neste processo!!

Fiquem com Deus e contem comigo...

 

 

 

MARCELLO CORREA DE SOUZA Cel Av

Diretor do CLA

Fim do conteúdo da página