Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias
Início do conteúdo da página

Na última terça-feira (09), a Banda de Música da Ala 4 completou 40 anos de criação. Uma placa foi descerrada, no prédio da BMU, em alusão a data.

A Banda de Música da Ala 4 que foi criada em 30 de janeiro de 1978 pela portaria ministerial 017/gm3, de 30 de junho de 1978. Entretanto, a sua primeira apresentação ocorreu apenas em 09 de julho de 1979, sob a regência do Suboficial Lothar Brenner, por ocasião de uma solenidade militar na antiga Base Aérea de Santa Maria, hoje Ala 4.

Uma cerimônia Militar, presidida pelo Comandante da Ala 4, Coronel Aviador Élison Montagner, comemorou a passagem da data. Durante a solenidade houve uma homenagem especial aos antigos Mestres da Banda que receberam uma lembrança das mãos do Comandante da Ala 4.

Em suas palavras o Comandante da Ala 4 destacou que “Em tempo de paz, a Banda de Música tem se destacado na missão de integração das Forças Armadas com a sociedade, não só apresentando-se nos mais diversos eventos públicos, como também realizando atividades sociais, preservando a cultura artística, valorizando a música brasileira e sobretudo despertando nos jovens a musicalidade, afastando-os, muitas vezes de caminhos não virtuosos”.

Atualmente, a Banda de Música da Ala 4 atende à Guarnição de Aeronáutica de Santa Maria constituindo-se um valioso elemento de divulgação da Força Aérea Brasileira, além de prestar contribuição cívico social a estabelecimentos de ensino e entidades assistenciais de Santa Maria e da região central do Estado.

A Banda de Música, sob a regência o 2º Tenente Silas José Cândido, possui em seu quadro, profissionais de alta sensibilidade musical. Em sua formação técnica, administrativa e cultural, a Banda de Música da Ala 4 conta com bacharéis e acadêmicos do Curso de Bacharelado de Música da Universidade Federal de Santa Maria.

Ao final da cerimônia militar a tropa desfilou em continência ao Comandante da Ala 4 ao som da canção da Infantaria do Exército, letra de Hildo Rangel e música de Thiers Cardoso e do Hino da Aviação Embarcada, letra do Major Jaime Rodrigues Sanches e música do Suboficial músico Mertílio Cardoso de Albuquerque. Vale destacar que esses dobrados também foram executados no dia 09 de julho de 1979, na primeira parada diária desta Banda de Música.

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou, nesta segunda-feira (24/06), cerimônia militar alusiva aos dias da Aviação de Reconhecimento e da Aviação de Busca e Salvamento, na Ala 4, em Santa Maria (RS). A solenidade foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

Antes da cerimônia, o Comandante participou de encontro com tripulantes de Esquadrões das duas Aviações. Dirigindo-se aos militares da Aviação de Reconhecimento, o Comandante declarou que os modernos sensores, operados por profissionais comprometidos e da mais alta competência, atestam os valores estratégicos dos Esquadrões dessa Aviação, não apenas para a defesa aeroespacial, mas para a comprovação do desenvolvimento nacional.

Ele relembrou a data de 26 de junho de 1967, que marca a história. “Verdadeira saga é vivificada a cada decolagem das asas da esperança. Ela continua a ser escrita por mãos generosas e ao mesmo tempo anônimas, registrando o contínuo e pronto atendimento aos chamados da sociedade nas mais diversas situações”, ressaltou.

O Tenente-Brigadeiro Bermudez ainda parabenizou o Comandante do Esquadrão Carcará (1º/6º GAV), Major Bruno Gadelha Pereira, pelo prêmio Segurança de Voo, entregue pelo Sistema de Cooperação entre as Forças Aéreas Americanas (SICOFAA). A condecoração aconteceu durante a 59ª Conferência dos Comandantes das Forças Aéreas Americanas (CONJEFAMER), realizada na Cidade de San Salvador, em El Salvador, na última semana.

Na leitura das Ordens do Dia, assinadas pelo Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral, foi destacada a história das duas Aviações homenageadas. Sobre a Aviação de Reconhecimento, ressalta-se que o Reconhecimento Aéreo ganhou uma nova dimensão e expandiu-se para empregar, de forma complementar, plataformas espaciais, diferentes vetores aéreos, sensores eletro-ópticos e infravermelhos de alta resolução, radares de abertura sintética, além de equipamentos capazes de captar uma ampla faixa de sinais do espectro eletromagnético.

Em relação à Busca e Salvamento, a Ordem tratou do legado de homens e mulheres, vislumbrando que seja fonte inspiradora para as novas gerações que, diante das adversidades, devem empregar os recursos e as tecnologias disponíveis no cumprimento do seu dever, realizando, assim, a nobre missão de salvar vidas.

Durante o evento, aconteceu a imposição da medalha Mérito Operacional Brigadeiro Nero Moura. O Comandante do Esquadrão Hórus (1º/12º GAV), Tenente-Coronel Aly Cesar Charone, foi agraciado por distinguir-se, como Comandante de Esquadrão Aéreo, pela conduta em prol da operacionalidade da sua organização e da Força Aérea Brasileira.

Aviação de Reconhecimento

No dia 24 de junho, é celebrado o Dia da Aviação de Reconhecimento, que possui Esquadrões Aéreos empregados em diversos tipos de missões, como aerolevantamento de áreas de interesse do território nacional, vigilância das fronteiras terrestres e das águas territoriais brasileiras e atividades de segurança pública. Já em um ambiente de guerra, é essencial na coleta de dados específicos sobre forças inimigas e áreas sensíveis.

No dia 26 de junho, é celebrado o Dia da Aviação de Busca e Salvamento. As missões realizadas pela FAB acontecem sobre todo o território nacional, sobre o mar territorial e, ainda, em uma ampla área de águas internacionais do Atlântico. Por força de tratados internacionais, o Brasil é responsável por essas missões em uma área de mais de 22 milhões de km².

 

Fonte: CECOMSAER.

Nesta quarta-feira (16) o Dia do Exército foi comemorado com uma solenidade cívico-militar realizada no 4º Batalhão Logístico (4º B Log). A cerimônia foi pelo Comandante da 3ª Divisão Divisão de Exército, Gen Div Mauro Sinott Lopes.

O Comandante da Ala 4, Cel Av Élison Montagner, esteve presente na cerimônia juntamente com os Comandantes das unidades subordinadas. Um grupamento de militares da Ala 4 se destacou no desfile militar, demonstrando o garbo inerente a nossa tropa.

O Comandante da 6ª Brigada de Infantaria Blindada (6ª Bda Inf Bld), General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel, o Prefeito de Santa Maria, Sr Jorge Pozzobom, o ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira (FEB), Sr Taltíbio de Melo Custódio e autoridades civis e militares da ativa e da reserva também abrilhantaram o evento.

Na Ordem do Dia, o General de Exército Edson Leal Pujol, Comandante do Exército, frisou que “a cada celebração em que comemoramos mais um ano de existência, é imprescindível olhar para trás, em reflexão ao que já foi realizado, na busca das lições aprendidas e da melhoria contínua. É nesse sentido que o seu Exército, o Braço Forte e Mão Amiga de ontem, de hoje e sempre, tem procurado estar alinhado aos anseios da sociedade, aos valores da nossa nacionalidade e à grandiosidade do futuro da nossa Nação”.

O último domingo (10) foi marcado pela realização da XIV edição da Corrida da Paz do Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM). A concentração para o evento ocorreu no pátio de formaturas do 29º Batalhão de Infantaria Blindado (29º BIB) e contou com a participação de todas as Organizações Militares de Santa Maria, incluindo a Força Aérea Brasileira (Ala 4) e alunos do Colégio militar de Santa Maria, além da participação do público civil.

A Guarnição de Aeronáutica de Santa Maria participou com um grupamento composto por oficiais, graduados e praças comandados pelo 1T EFI Ítalo.

Após o aquecimento, os participantes fizeram um percurso de 4.800m que se iniciou na avenida dos quartéis, no bairro do Boi Morto e parte da BR-158.

Antes do início da corrida, o General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel, Comandante da 6ª Brigada de Infantaria Blindada (6ª Bda Inf Bld), salientou a importância do evento que busca o congraçamento e a união em busca da paz mundial e destacou o fato de o Brasil ser o País que envolve o maior número de participantes todos os anos.

A “CISM RUN FOR PEACE” foi criada pelo Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM) em 2006 e tem como principal objetivo promover a integração das Forças Armadas com a sociedade por meio do esporte, sendo uma homenagem ao aniversário do Conselho Internacional de Esporte Militar, entidade fundada em 1948, após o término da Segunda Guerra Mundial. Todos os países filiados ao Conselho promovem o evento.

 

*Com informações da 3DE.
*Fotos: 1T Ítalo.

Entre os dias 10 e 13 de abril o Esquadrão Pantera, sediado na Ala 4 em Santa Maria (RS), foi acionado para apoiar o Ministério do Meio Ambiente (MMA) nos deslocamentos para a visitação às florestas nacionais de São Francisco de Paula (RS), Canela (RS) e Cambará do Sul (RS) além da região da Lagoa dos Patos, em Mostardas (RS) e Tavares (RS).

O acionamento aconteceu devido ao acesso dificultado dos locais pelas suas características físicas. Segundo o 2T Av Josué Marcos Coelho Gonçalves “a missão foi muito oportuna, garantimos que a comitiva realizasse as visitações com segurança e com a mobilidade necessária. Fizemos aproximações com os procedimentos de área restrita proporcionando a comitiva uma visão geral das áreas visitadas”.

 

O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, elogiou a presteza e eficácia da tripulação do Black Hawk e ficou impressionado com voo, juntamente com parlamentares e assessores, que estavam imbuídos de realizar uma análise das localidades para uma futura concessão de investimento à iniciativa privada.


Através dos rotores do 5°/8° GAv a comitiva do Ministério do Meio Ambiente pode ter melhores condições de decisão acerca da utilização dos recursos naturais do nosso abençoado Rio Grande!

Dando prosseguimento ao ciclo de palestras realizadas no âmbito da Guarnição de Aeronáutica de Santa Maria, na quinta-feira (04) os Cabos, Soldados e recrutas do efetivo assistiram a uma palestra intitulada “As consequências criminais da utilização de drogas ilícitas por militares das Forças Armadas”.

O Defensor Público Federal Henrique Guimarães de Azevedo, titular do 4º Ofício Regional Federal em Porto Alegre abordou o tema, enfatizando a rigidez da legislação militar no tocante ao uso de drogas por militares, especialmente dentro da caserna. “Enquanto o civil pego pela primeira vez com pequena quantidade de drogas recebe uma advertência, a legislação penal militar não entende isso”, comentou.

A palestra foi organizada pela Assessoria Jurídica da Ala 4 em coordenação com a Assessoria de Comunicação Social.  

No final da palestra o Defensor Público respondeu perguntas dos jovens militares. O TC Charone, em nome do Comandante da Ala 4, agradeceu a presença e entregou um certificado de agradecimento ao palestrante.

Na manhã de 11 de março (segunda-feira), a Guarnição de Aeronáutica de Santa Maria realizou cerimônia alusiva ao Dia Internacional da Mulher. A cerimônia militar contou com um pelotão feminino, ao centro da tropa, comandando pela Capitã Intendente Aline.

Na oportunidade, diversas autoridades femininas do executivo, legislativo e judiciário fizeram-se presentes, além de representantes de instituições de ensino, da imprensa e esposas de militares da Guarnição de Aeronáutica de Santa Maria e do Exército Brasileiro.

Comandante da Ala 4, Cel Av Montagner, fez a leitura da mensagem do Comandante da Aeronáutica pelo Dia Internacional da Mulher. “Como Comandante da Aeronáutica, valho-me desta mensagem para levar meu reconhecimento e respeito a todas as mulheres da Força Aérea Brasileira. Desejo que suas vozes sejam ouvidas cada vez mais alto, a fim de continuar dando ao brasil a sensibilidade necessária para identificar problemas, mas sobretudo, para encontrar soluções inovadoras”.

Ao final da solenidade, sob o comando da Major Intendente Rita, a tropa desfilou em continência ao Comandante da Ala 4 ao som da canção do Grupamento de Apoio de Santa Maria, da canção da Ala 4 e da canção Mulher Brasileira.

Após a cerimônia militar, as autoridades e convidadas, juntamente com o efetivo feminino da Guarnição, foram recepcionadas em um almoço, servido no Refeitório dos Oficiais.

Fotos: S2 Pablo Silva.

Fim do conteúdo da página