Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > PROFESP Rio de Janeiro promove atividades pedagógicas no Campo dos Afonsos
Início do conteúdo da página

Durante o mês de julho, os integrantes do Programa Forças no Esporte (PROFESP) no Campo dos Afonsos participaram de diversas atividades pedagógicas. O programa funciona desde 2013 e atende a mais de seiscentos beneficiários na região.

 

 

No início do mês, o programa recebeu a visita de dois atletas de destaque do basquete nacional, que conversaram sobre a carreira no esporte e relataram a importância da prática esportiva na vida de cada um. Na ocasião, os alunos fizeram a entrevista para a primeira edição do jornal do PROFESP, um projeto que visa estimular à leitura, produção textual e desenvolvimento de habilidades ligadas a atividade.

O Terceiro Sargento Alexandre Paranhos, jogador de basquete, descreveu com entusiasmo a sua trajetória pessoal até ingressar no Programa de Atletas de Alto Rendimento da Força Aérea Brasileira (FAB).

"O que vale muito nessa hora é a gente saber chegar aos lugares, se comportar bem e saber falar. É isso que vai, além de ter seu talento, seu treinamento, possibilitar chegar mais longe. Tem que ter disciplina, horário, em qualquer âmbito precisa desses atributos", explica.

Outro atleta que conversou com os jovens foi o Andrezão, jogador de basquete pelo Brasília, que motivou os participantes a persistirem nos seus sonhos e a empregarem toda a sua força de vontade no que desejam. 

"O basquete me proporcionou conhecer outras pessoas, outros estilos de vida, a ter uma experiência muito grande de trazer pra cá um pouco disso. A experiência de poder ir pra fora do país e poder trazer para nossa rotina outro olhar foi muito importante", conta. 

No dia 10 de julho de 2019, durante as comemorações alusivas aos 100 anos da instrução militar na aviação brasileira no Campo dos Afonsos, um grupo de crianças e jovens do PROFESP, em participação à formatura, presenciou a rememoração ao momento de nascimento da aviação no Brasil, além de observar de perto o desfile militar da grande tropa formada por militares da Aeronáutica, do Exército e da Marinha.  

No dia seguinte à formatura (11/07), as crianças e jovens do programa estiveram em contato com 28 cadetes da Academia Militar de Agulhas Negras (AMAN). Eles tiveram a oportunidade de trocar experiências por meio de uma conversa descontraída com os cadetes que serviu de incentivo para o ingresso nas Forças Armadas.

 

O PROFESP promoveu, também, um grande arraial de festa julina, com apoio do Grupamento de Apoio dos Afonsos (GAP-AF).  O Vice-Reitor Acadêmico da UNIFA, Brigadeiro Intendente Luiz Tirre Freire esteve presente na festa, que atendeu 250 crianças e contou com gincanas, brincadeiras, barracas repletas de comidas típicas, além de tradicional quadrilha.

A Coordenadora Pedagógica do Projeto, Tenente Jaqueline Maria Pereira Fulgencio, destacou a importância da festa como uma manifestação cultural relativa aos percursos históricos e sociais de diversas regiões do país, além de ser um espaço para o desenvolvimento de atividades lúdicas.

"Esse festejo contribui para desenvolver habilidades socioemocionais, promove a integração entre os alunos e estimula competências importantes para a sociabilização, como a cooperação e o respeito mútuo", conclui.

No encerramento das atividades do mês, o coordenador do PROFESP, Tenente-Coronel Marco Stevan Silva Marques, destacou as seguintes novidades para o segundo semestre: a parceria com a Pastoral do Menor, a inclusão de estagiários de universidades parceiras, as competições esportivas dentro e fora da FAB, a chegada da segunda turma do Colibri-2019 – programa que prepara crianças para os concursos de ingresso em escolas de ensino médio, sejam militares (EPCAR e Colégio Naval, CMRJ), civis federais ou estaduais (CEFET, IFRJ, CTUR, PEDRO II, FAETEC, CAP-UERJ, FIOCRUZ e outros) –, a confecção de projeto de expansão do prédio destinado ao Programa, além de eventos comemorativos, como a semana da família no PROFESP, desfile da independência e o dia das crianças.   

Fim do conteúdo da página