Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Heráldica
Início do conteúdo da página

DESCRIÇÃO HERÁLDICA DO EMBLEMA

Escudo português, com o campo em blau (azul da Prússia). No canto superior direito se localiza o Gládio Alado, símbolo da Força Aérea Brasileira, em jaine (amarelo). Ao centro aparecem uma estrela e um cocar, partidos ao meio e afrontados em sinopla (verde escuro), blau (azul cerúleo) e jalne (amarelo) onde se refletem varias nuanças produzidas pela chama viva do fogo, em goles(vermelho) e jalne (amarelo). E contra-chefe, aparece a divisa em prata: ´´Stare supervias antiquas`` (Seguiremos a trilha de nossos antepassados). Contorna o Escuto em filete em jalne (amarelo), que se alarga em Chefe, onde se lê o nome da organização em sable (preto): ´´Museu Aeroespacial``.

SIGNIFICADO DO EMBLEMA

O Gládio Alado é o símbolo da Força Aérea Brasileira. O cocar, usado, a partir de 1919, nas asas dos antigos e históricos aviões, simboliza a extinta Aviação Militar, cuja Escola situava-se no Campo dos Afonsos, local onde encontra-se sediado o Museu Aeroespacial. A estrela representa a evolução para a atual Força Aérea Brasileira, que foi criada a partir de 1941. A manopla empunhando a tocha simboliza o passado, que deverá permanecer vivo em nossas mentes. Assim, o conjunto transmite a união do passado com o presente, e a necessidade de se manter viva a tradição da Força Aérea Brasileira.

Fim do conteúdo da página