Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias
Início do conteúdo da página

 

O Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica participou da formação acadêmica dos alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Ar em 2017, realizando palestras no dia 12 de dezembro, para todo o corpo docente, sobre a “História da Aeronáutica Brasileira”.

O palestrante, Cel Av Refm REGINALDO DOS SANTOS GUIMARÃES abordou o tema em três segmentos, a saber:

 

- Dos primórdios até a segunda guerra Mundial

Na primeira palestra foi apresentada a conquista do ar pelo brasileiro Alberto Santos-Dumont, e o empenho dos Aviadores Militares oriundos da Escola de Aviação Militar e da Escola de Aviação Naval para o reconhecimento da aeronave como arma de guerra, até a criação do Ministério da Aeronáutica e a participação, logo em seguida, na Segunda Grande Guerra.

 

- A Evolução no Tempo

Na segunda palestra foi apresentada a contribuição dos Ministérios da Marinha, do Exército e de Viação e Obras Públicas na formação do patrimônio material e pessoal do Novo Ministério da Aeronáutica, a evolução da estrutura, as dificuldades e dedicação dos precursores, abordando alguns setores principalmente as Escolas, Parques de Material da Aeronáutica e outros, destacado o importante papel do MAer na integração e desenvolvimento do Brasil.

 

- Aeronaves da Força Aérea

Na terceira e ultima etapa, o palestrante do INCAER, apresentou uma seleção de aeronaves da Força Aérea, com as respectivas datas de entrada e retirada do acervo da FAB, comentando sobre os principais serviços prestados por cada uma, encerrando o ciclo de palestras com as perspectivas do Grippen e do primeiro voo do KC-390 no ano de 2015.

 

 

 Aconteceu, no dia 6 de dezembro de 2017, nas sedes das Unidades Aéreas sediadas na ALA 10 (BANT), a cerimônia de Encerramento do Programa de Especialização Operacional (PESOP) e de Prêmios INCAER de Cultura Aeronáutica. Cada primeiro colocado geral em sua respectiva aviação recebeu, das mãos do Exmo Sr Diretor do INCAER, Ten Brig Ar Rafael Rodrigues Filho, livros, diplomas e troféus.
     Foram agraciados os seguintes oficiais:

     Aviação de Asas Rotativas: 2° Ten Av RODRIGO NEIVA MARQUES DE LIMA;
     Aviação de Caça: 2° Ten Av CARLOS HENRIQUE SILVA DOS SANTOS;
     Aviação de Patrulha: 2° Ten Av ANDREI DE PAIVA LIMA E SILVA;
     Aviação de Reconhecimento: 2° Ten Av MARCOS TADEU PEREIRA BEÇA CARVALHO; e
     Aviação de Transporte: 2° Ten Av ANDERSON DE FREITAS GOULART.

 

 

 

 

 

 

 

 

Em cerimônia militar ocorrida no dia 30 de março de 2017, no Museu Aeroespacial (MUSAL), o Brigadeiro do Ar Refm Márcio Bhering Cardoso passou o cargo de Diretor do MUSAL ao Brigadeiro do Ar R/1 Luiz Carlos Lebeis Pires Filho. A solenidade de transmissão de cargo foi presidida pelo Tenente-Brigadeiro do Ar R/1 Ailton dos Santos Pohlmann, Diretor do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER) e contou com a presença de autoridades civis e militares.

O Brig Bhering deixa o cargo após 16 anos à frente do MUSAL. Desde sua entrada na FAB somou, no total, 56 anos de serviços prestados à Força Aérea.  Em sua gestão, o MUSAL incorporou 34 aeronaves, chegando hoje a um acervo de 138, o que o coloca como o maior Museu de Aeronáutica da América do Sul. Todas as dependências foram reformadas, especialmente com a criação de 12 salas de exposição, com destaque para as salas “FAB na Guerra”, “Primórdios da Aviação” e “EMBRAER”.

A cerimônia foi encerrada com a Canção do Museu Aeroespacial, letra e música composta pelo Brig Bhering, que foi entoada pela Banda de Música da Base Aérea dos Afonsos.

 

No dia 03 de fevereiro 2017, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato recebeu, das mãos do Consultor Científico e Conselheiro do INCAER Henrique Lins de Barros, a Bandeira com a qual foi coberta a urna com os restos mortais de Alberto Santos-Dumont. O evento aconteceu por ocasião da visita realizada à exposição “O poeta voador, Santos-Dumont”, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. A mostra, para a qual o COMAER foi oficialmente convidado, já recebeu mais de meio milhão de visitantes, desde abril de 2016, foi idealizada pelo curador Gringo Cardia, e apresenta a capacidade do inventor brasileiro, como um visionário que se dedicou à ciência e à tecnologia, inspirado pela arte.

A cerimônia contou, ainda, com as presenças do Diretor do INCAER, Tenente-Brigadeiro do Ar R/1 Ailton dos Santos Pohlmann e diversas autoridades, civis e militares. O Ten Brig Rossato atribuiu a responsabilidade da guarda deste item histórico ao INCAER e ao Museu Aeroespacial (MUSAL). Segundo o Comandante, o pavilhão ora doado “representa uma continuidade do que se viveu naquela época”, ressaltando que “é responsabilidade da Força Aérea Brasileira preservar e divulgar a imagem de Santos- Dumont”.

 

 

 

 

Na manhã do dia 30 de novembro de 2017, o Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER), órgão central do Sistema de Patrimônio Histórico e Cultural do Comando da Aeronáutica (SISCULT), conforme estabelecido na Portaria nº 119/GC3, de 26 de fevereiro de 2010, realizou o Primeiro Encontro de Regentes de Banda de Música do Comando da Aeronáutica.

O encontro ocorreu no Auditório Ten Brig Deoclécio, localizado na sede do INCAER, no Rio de Janeiro, e contou com a presença de 27 (vinte e sete) Regentes e Regentes Adjuntos pertencentes aos efetivos das Bandas de Música existentes na Força Aérea Brasileira.

No evento, foram abordados, dentre outros, temas relacionados à legislação vigente, à estrutura funcional das categorias dos grupos musicais existentes, aos procedimentos para a aprovação de hinos e canções militares, ao reaparelhamento das Bandas e ao desenvolvimento do aplicativo e-SISCULT.

 

No dia 14 de março de 2017, em palestra no Auditório Ten Brig Deoclécio, o Tenente-Brigadeiro do Ar Antônio Carlos Egito do Amaral, Comandante do Comando de Preparo (COMPREP), órgão responsável pelo planejamento e controle das atividades permanentes e rotineiras de preparo, proferiu palestra sobre aquele órgão, além de citar aspectos sobre o atual processo de reestruturação da Força Aérea Brasileira.

O evento contou com as presenças de oficiais da ativa e da reserva da FAB da  área do RJ, além dos Conselheiros do INCAER.

A palestra teve como objetivo apresentar a missão do COMPREP no contexto do novo modelo institucional do Comando da Aeronáutica. “Profunda mudança organizacional, visando uma estrutura leve, enxuta e operacional, com a racionalização de tarefas e a centralização das atividades administrativas”, assim definiu o Ten Brig Egito, ao citar as mudanças em curso.

O COMPREP tem a incumbência de coordenar as “ALAS”, organizações militares voltadas para a área operacional, bem como especializar militares para as diversas missões de emprego do poder aeroespacial.

A Associação Brasileira de Pilotos de Caça – ABRAPC – e a Associação Brasileira de Equipagens da Aviação de patrulha – ABRAPAT – estiveram representadas por alguns de seus integrantes. Ao final da palestra, o Maj Brig Terroso (ABRAPAT) e o Brig Quírico (ABRAPC) passaram às mãos do Ten Brig Egito lembranças, como forma de reconhecimento.

O Diretor do INCAER, Ten Brig Pohlmann fez os agradecimentos finais, em nome do Instituto e da platéia presente.

 

 

 

 

 

Em comemoração ao Dia do Aviador e aos 110 anos do estabelecimento dos primeiros recordes da aviação por Alberto Santos-Dumont (marcado pelo voo histórico do 14-BIS), foi proferida, no dia 26 de outubro de 2016, durante o 247º Encontro no INCAER, a palestra “Santos-Dumont e os progressos da aviação”, pelo 1º Ten QCOA AQV Rodrigo Moura Visoni, do efetivo do INCAER.

O 1º Ten Visoni identificou os méritos de Santos-Dumont na aeronáutica, explicou como ele se interessou por aviação e comentou as previsões feitas por ele quanto ao futuro da navegação aérea. Ricamente ilustrada, a palestra também contou com novidades, como o fato de que Santos-Dumont, no início da carreira de aeronauta, era praticamente descrente da aviação. Foi apresentada, ainda, uma carta do Pai da Aviação relatando o começo da I Guerra Mundial, que passou despercebida por biógrafos e pesquisadores, e que se trata de verdadeiro testemunho histórico.

Ao fim da palestra houve o lançamento, acompanhado de sessão de autógrafos, do livro Ninguém ficou para trás – A operação de busca e resgate do voo 1907, de Maria Tereza Kersul. O livro conta a história da operação de busca e resgate da aeronave GOL 1907, que vitimou 154 pessoas. Publicado pela Action Editora, o livro revela, em suas 160 páginas e mais de 40 imagens, como os integrantes da operação de busca e resgate alcançaram seu objetivo maior: não deixar ninguém para trás. Alguns militares que participaram do resgate estiveram presentes ao encontro e foram aplaudidos pela plateia.

Aconteceu, também, lançamento e distribuição do livro Geniais inventores: brasileiros à frente do tempo, de autoria do 1º Ten Rodrigo Moura Visoni. O livro, que passa a fazer parte da Coleção do INCAER, retrata a trilogia de Bartolomeu de Gusmão, com a invenção do balão, de Augusto Severo, com a invenção do semirrígido e de Alberto Santos Dumont, com a invenção do avião.

 

Ten Visoni e Maj Brig Terroso

 

 

Integrantes da Operação de Resgate

 

 

Maria Teresa Kersul
Fim do conteúdo da página