Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias
Início do conteúdo da página

 

No dia 03 de fevereiro 2017, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato recebeu, das mãos do Consultor Científico e Conselheiro do INCAER Henrique Lins de Barros, a Bandeira com a qual foi coberta a urna com os restos mortais de Alberto Santos-Dumont. O evento aconteceu por ocasião da visita realizada à exposição “O poeta voador, Santos-Dumont”, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. A mostra, para a qual o COMAER foi oficialmente convidado, já recebeu mais de meio milhão de visitantes, desde abril de 2016, foi idealizada pelo curador Gringo Cardia, e apresenta a capacidade do inventor brasileiro, como um visionário que se dedicou à ciência e à tecnologia, inspirado pela arte.

A cerimônia contou, ainda, com as presenças do Diretor do INCAER, Tenente-Brigadeiro do Ar R/1 Ailton dos Santos Pohlmann e diversas autoridades, civis e militares. O Ten Brig Rossato atribuiu a responsabilidade da guarda deste item histórico ao INCAER e ao Museu Aeroespacial (MUSAL). Segundo o Comandante, o pavilhão ora doado “representa uma continuidade do que se viveu naquela época”, ressaltando que “é responsabilidade da Força Aérea Brasileira preservar e divulgar a imagem de Santos- Dumont”.

 

 

 

 

Em comemoração ao Dia do Aviador e aos 110 anos do estabelecimento dos primeiros recordes da aviação por Alberto Santos-Dumont (marcado pelo voo histórico do 14-BIS), foi proferida, no dia 26 de outubro de 2016, durante o 247º Encontro no INCAER, a palestra “Santos-Dumont e os progressos da aviação”, pelo 1º Ten QCOA AQV Rodrigo Moura Visoni, do efetivo do INCAER.

O 1º Ten Visoni identificou os méritos de Santos-Dumont na aeronáutica, explicou como ele se interessou por aviação e comentou as previsões feitas por ele quanto ao futuro da navegação aérea. Ricamente ilustrada, a palestra também contou com novidades, como o fato de que Santos-Dumont, no início da carreira de aeronauta, era praticamente descrente da aviação. Foi apresentada, ainda, uma carta do Pai da Aviação relatando o começo da I Guerra Mundial, que passou despercebida por biógrafos e pesquisadores, e que se trata de verdadeiro testemunho histórico.

Ao fim da palestra houve o lançamento, acompanhado de sessão de autógrafos, do livro Ninguém ficou para trás – A operação de busca e resgate do voo 1907, de Maria Tereza Kersul. O livro conta a história da operação de busca e resgate da aeronave GOL 1907, que vitimou 154 pessoas. Publicado pela Action Editora, o livro revela, em suas 160 páginas e mais de 40 imagens, como os integrantes da operação de busca e resgate alcançaram seu objetivo maior: não deixar ninguém para trás. Alguns militares que participaram do resgate estiveram presentes ao encontro e foram aplaudidos pela plateia.

Aconteceu, também, lançamento e distribuição do livro Geniais inventores: brasileiros à frente do tempo, de autoria do 1º Ten Rodrigo Moura Visoni. O livro, que passa a fazer parte da Coleção do INCAER, retrata a trilogia de Bartolomeu de Gusmão, com a invenção do balão, de Augusto Severo, com a invenção do semirrígido e de Alberto Santos Dumont, com a invenção do avião.

 

Ten Visoni e Maj Brig Terroso

 

 

Integrantes da Operação de Resgate

 

 

Maria Teresa Kersul

 

No dia 31 de agosto de 2016, durante o 245º Encontro no INCAER, foi proferida a palestra “A aeronave EMBRAER KC-390: projeto e desenvolvimento”, pelo Brigadeiro do Ar Paulo Roberto de Barros Chã, Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate e Chefe do Subdepartamento de Desenvolvimento e Programas.

O Brigadeiro Chã iniciou sua apresentação descrevendo todo o processo de aquisição de uma aeronave/armamento, do nascimento da necessidade à descrição do requisito operacional, citando os diversos órgãos participantes do ciclo.

Mostrando gráficos analíticos e planilhas de custo, citou todas as fases de desenvolvimento da moderna e versátil aeronave KC-390. Através de filme, a platéia pôde conhecer um pouco das campanhas de certificação do avião, ainda em curso.

A aeronave deverá entrar em operação em 2018, com um pacote de 28 unidades encomendadas para a FAB e uma carteira de intenções que inclui a República Tcheca e a Argentina, dentre outros países interessados.

Na parte final, com os debates, houve ótima interação com a plateia, com dúvidas e contribuições que abrilhantaram o evento.

 

 

 

Maj Brig Ar Oswaldo Terra de Faria
     

Com imenso pesar, comunicamos o falecimento do Maj Brig Ar OSWALDO TERRA DE FARIA, Conselheiro do INCAER, ocorrido em 19 de junho de 2016, dia em que completou 96 anos.

Ocupante da Cadeira nº 12 do Conselho Superior do INCAER, cujo Patrono é o Ten Brig Ar Nelson Freire Lavenère-Wanderley, o Maj Brig Terra de Faria foi declarado Aspirante em 1942. Seu batismo de fogo ocorreu durante a Segunda Guerra Mundial, quando cumpriu missões de patrulha marítima, combatendo os submarinos do Eixo ao longo do litoral brasileiro, motivo pelo qual recebeu homenagem especial durante a comemoração do Dia da Aviação de Patrulha em 2014.

Ao longo de sua carreia, exerceu diversos cargos relevantes, tais como os comandos do 1º Esquadrão do 7º Grupo de Aviação, do Comando Costeiro, da Escola Preparatória de Cadetes do Ar e da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica. Além de Conselheiro do INCAER, foi, por muitos anos, diretor do Centro Brasileiro de Estudos Estratégicos (CEBRES), dedicando-se à pesquisa e divulgação de temas relevantes para a cultura militar nacional e internacional, além de participar ativamente na pesquisa e redação dos 5 livros da coleção História Geral da Aeronáutica Brasileira editados pelo INCAER, bem como do livro 6 em elaboração.

O Maj Brig Terra de Faria deixa um legado impecável de dedicação à Força Aérea e ao Brasil, sendo exemplo a ser seguido e cultuado.

 

No 246º Encontro no INCAER, realizado em 28 de setembro de 2016, o Brig Inf Luiz Cláudio Topan ministrou a palestra “A Subchefia de Segurança e Defesa do COMGAR”.

É função da Subchefia de Segurança e Defesa do COMGAR coordenar, controlar e orientar as atividades da Infantaria da Aeronáutica no âmbito do COMAER, bem como atuar em operações de paz e em operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), quando legalmente solicitadas.

A Infantaria da Aeronáutica iniciou suas atividades no mesmo ano de criação da Força Aérea Brasileira, quando, pelo Decreto-Lei no 3.930, de 11 de dezembro de 1941, foram criadas seis Companhias de Infantaria de Guarda, destinadas a fornecer os elementos para assegurar a guarda, a vigilância e a defesa imediata das Bases Aéreas, Aeródromos, Campos de Pouso e Estabelecimentos da Aeronáutica.

A palestra do Brig Inf Topan encerrou breve ciclo analítico sobre a nova Infantaria, precedida pelo Brig Inf Mayworm, Comandante da 1ª Brigada de Defesa Antiaérea, que explanou, no 244º Encontro no INCAER, em maio de 2016, sobre o tema “O combate superfície-ar e suas contribuições para a missão da FAB”

Ao final dos debates, ocasião em que a audiência pôde dirimir as dúvidas, o Diretor do INCAER, Ten Brig Ar Ailton dos Santos Pohlmann, realizou os agradecimentos, enfatizando a importância da nova Infantaria da Aeronáutica para a plena consecução dos planos e objetivos da Força Aérea Brasileira.

 

O Diretor do INCAER, Ten Brig Ar Pohlmann, entrega diploma ao Brig Inf Topan

 

Aconteceu, em 04 de agosto de 2016, na sede do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica – INCAER – o lançamento do livro “Santos-Dumont, Aviador Esportista: O Primeiro Herói Olímpico do Brasil”, de autoria de Ana Miragaya e Lamartine da Costa. O livro homenageia o inventor brasileiro, e resgata o fato de Santos-Dumont ter recebido Diploma Olímpico do Comitê Olímpico Internacional (COI), em 1905, por iniciativa do Barão Pierre de Coubertin.

Estiveram presentes ao salão nobre Tenente Brigadeiro Deoclécio, do INCAER, o Tenente Brigadeiro do Ar Paulo João Cury, Comandante da Universidade da Força Aérea e Presidente da Comissão de Desportos da Aeronáutica, representando o Comandante da Aeronáutica, Tenente Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato; o Tenente Brigadeiro do Ar Ailton dos Santos Pohlmann, Diretor do INCAER; o Major Brigadeiro do Ar Marcus Vinicius Pinto Costa, Presidente do Clube da Aeronáutica; o senhor Yvan de Navacelle de Coubertin, neto do Barão de Coubertin e Membro do “Comitê Internacional Barão de Coubertin”; o senhor Alberto Dodsworth Wanderley, sobrinho-bisneto de Santos-Dumont; e os senhores David Wallechinsky e Crhistian Wacker, respectivamente Presidente e Vice da Sociedade Internacional de Historiadores Olímpicos, dentre outras autoridades civis e militares.

Após discursos das autoridades, o senhor Yvan de Navacelle de Coubertin entregou uma placa, em homenagem ao acontecimento, ao senhor Alberto Dodsworth Wanderley e ao Tenente Brigadeiro Paulo João Cury.

A solenidade continuou com uma coletiva de imprensa, onde a Professora Doutora Ana Miragaya e o Professor Doutor Lamartine da Costa expuseram detalhes do livro e debateram sobre a importância da ligação de um de nossos maiores brasileiros com o esporte mundial.

 

Professora Ana Miragaya, autora.

 

Na primeira fila, da esquerda para a direita: Professor Lamartine e Professora Miragaya,
Maj Brig Marcus Vinicius, Ten Brig Cury, senhor Crhistian Wacker e Ten Brig Pohlmann.

 

Imagem da Placa em Homenagem ao acontecimento.

 

Alberto Dodsworth Wanderley e Yvan de Navacelle de Coubertin.
Cel Camazano com o diploma de Conselheiro, em meio ao
Ten Brig Ar Pohlmann e ao Ten Brig Ar Rossato

 

      O Cel Av Refm Aparecido Camazano Alamino e o Engenheiro Mauro Gomes de Paiva Lins de Barros são os mais novos membros do Conselho Superior do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER). A cerimônia de posse, ocorrida no dia 7 de março de 2016, foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Ten Brig Ar Nivaldo Luiz Rossato, e contou com a presença de diversas autoridades militares e civis, entre as quais os Ex-Ministros da Aeronáutica, Ten Brig Ar Refm Sócrates da Costa Monteiro e Ten Brig Ar Refm Mauro José Miranda Gandra, o Ex-Comandante da Aeronáutica, Ten Brig Ar Refm Carlos de Almeida Baptista e o Diretor do INCAER, Ten Brig Ar R/1 Ailton dos Santos Pohlmann.
      O Conselho Superior do INCAER é composto por vinte patronos, sendo todos grandes vultos ligados à Aeronáutica. O Cel Av Camazano passa a ocupar a Cadeira de no 18, cujo patrono é o Ten Brig Ar Deoclécio Lima de Siqueira e que estava vaga desde o dia 29 de março de 2015, devido ao falecimento do Maj Brig Ar Lauro Ney Menezes. Já o Engenheiro Mauro Lins de Barros passa a ocupar a Cadeira de no 11, que tem como patrono Ruben Martin Berta, e que vagou em 22 de fevereiro de 2015, devido ao falecimento do Comandante Carlos Eugênio Santos Dufriche.
      Os recém empossados são entusiastas da Aviação, com inúmeros artigos e livros publicados, no Brasil e no exterior. Passam a fazer parte de um seleto grupo de pessoas que, através da escrita, vem buscando preservar o passado da Força Aérea Brasileira e os feitos de grandes vultos da história da aviação nacional.

 

Público presente ao evento

 

O Conselheiro Mauro Lins de Barros, em meio ao
Ten Brig Ar Pohlmann e ao Ten Brig Ar Rossato
Fim do conteúdo da página