Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Notícias da EPCAR > Esquadrão Phoenix realiza viagem de estudos às Serras do Lenheiro e de São José
Início do conteúdo da página

Alunos conhecem ao vivo os exemplos citados em sala de aula

No último mês, os alunos do 2º ano (Esquadrão Phoenix) da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) visitaram as Serras do Lenheiro e de São José, situadas, respectivamente, nos municípios de São João del-Rei e Tiradentes (MG).

No período da manhã, participaram de atividades preparadas pelo 11º Batalhão de Infantaria de Montanha, organização militar do Exército Brasileiro (EB) sediada em São João del-Rei, incluindo parada diária, demonstração operacional e visita às milenares pinturas rupestres da Serra do Lenheiro, onde o EB realiza cursos operacionais. No local foi ministrada aula interdisciplinar envolvendo as matérias de geografia, história e biologia. “A viagem de estudos nos possibilitou abordar, de forma interdisciplinar, diversos temas numa aula prática de campo. Refletimos sobre o nosso patrimônio natural e cultural, muitas vezes, desconhecidos por nossos alunos ou vistos como uma ficção. Esse foi o caso das pinturas rupestres visitadas na Serra do Lenheiro. Foi uma surpresa conhecer e estudar um acervo tão rico e tão próximo de nós”, explicou a professora da disciplina de História, Maria da Luz Coelho.

No período da tarde, os militares conheceram a Unidade de Conservação “Refúgio de Vida Silvestre Libélulas da Serra de São José”, localizada no município de Tiradentes, onde percorreram uma trilha até o local denominado “Mangue”. Ao longo desse percurso, tiveram a oportunidade de observar e interpretar a riqueza regional, com ênfase nos aspectos geológicos, da ocupação humana desde o período colonial e da biodiversidade local. A atividade foi encerrada com uma visita à Casa das Águas, onde há importante conteúdo didático interativo sobre o Parque. “A viagem foi muito produtiva. Os mestres conseguiram passar a mensagem que queriam, ensinando, de forma lúdica e dinâmica, conteúdos de história, geografia e biologia”; “A aula de campo durante a visita permitiu que nós, alunos, pudéssemos ver, na prática, o conhecimento adquirido nas aulas, ampliando o nosso gosto pelos estudos”, afirmaram, respectivamente, os alunos Maria Fernanda Figueiredo de Castro e Gustavo Yago Juvenal Rigolon.

A viagem de estudos faz parte do calendário letivo e visa trabalhar, em campo, conteúdos previamente discutidos em sala de aula.

 

Fonte: Divisão de Ensino, por Tenente Martinelli
Revisão: Seção de Comunicação Social, por Sargento Domingos
Fotos: NascenTV
 
 
 
 
 

 

 

Fim do conteúdo da página