Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Notícias da EPCAR > EPCAR dá início à comemoração dos 70 anos da Escola
Início do conteúdo da página

Desde terça-feira, militares e civis que fizeram parte da história da EPCAR participam de atividades na Nascente do Poder Aéreo

A Escola Preparatória de Cadetes do AR (EPCAR), em Barbacena (MG), completa 70 anos no dia 21 de maio, mas as comemorações já começaram na Nascente do Poder Aéreo. Nesta terça-feira (14), ocorreu o encontro de militares e civis veteranos que atuaram na Escola e contribuíram para a missão da instituição. Na quarta-feira (15), foi a vez dos docentes civis veteranos e dos professores militares. Os eventos foram realizados no Auditório Brigadeiro Eduardo Gomes.

O Comandante da EPCAR, Brigadeiro do Ar Mauro Bellintani, proferiu palestra para os militares e civis veteranos com o objetivo de ambientá-los acerca dos principais assuntos relativos à Força Aérea Brasileira (FAB). Na oportunidade, ele também apresentou o cronograma dos eventos alusivos aos 70 anos da Escola. Para os professores militares e civis veteranos, o Oficial-General apresentou a estrutura da Escola, as atividades pedagógicas e abordou as questões de ensino. “Todos que participaram dos encontros contribuíram para que a nossa escola se tornasse uma instituição de qualidade em disciplina e ensino”, disse.

Reencontro
O Suboficial reformado Sinézio de Oliveira Lopes iniciou sua carreira militar na EPCAR, em 1964, como recruta. Ele se ausentou da Escola apenas para fazer o curso de Cabo, no Rio de Janeiro (RJ), e, posteriormente, para o curso de sargento, em Guaratinguetá (SP), na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR). Após a conclusão dos estudos, o Suboficial Oliveira, especialista em Infantaria, retornou para a EPCAR e serviu por 43 anos na Nascente do Poder Aéreo. “A escola mudou muito e isso me deixa muito orgulhoso. Voltar aqui e reencontrar os amigos me enche de alegria. Os anos passaram, mas o sentimento de dever cumprido é permanente”, descreve o militar.

A história do Suboficial Oliveira se encontra com o início da carreira do Coronel de Infantaria da reserva Carlos Hilário de Castro. Em 1982, o coronel Castro ingressou como aluno na EPCAR e o Suboficial Oliveira trabalhava como sargenteante – função exercida por um militar que era o elo entre o Corpo de Alunos e o Esquadrão Condor - ao qual pertencia o coronel. Após a conclusão do curso, o coronel Castro foi para a AFA e se formou como oficial de infantaria. Depois, retornou para a Escola e, como aspirante, foi exercer suas funções no Batalhão de Infantaria, local onde o Suboficial Oliveira estava trabalhando. “Nossas histórias se encontraram várias vezes. Sou muito grato por ter tido a oportunidade de trabalhar com profissionais como o Oliveira. Reencontrá-lo e relembrar os bons tempos foi muito bom”, conta o Coronel Castro que serviu na Escola por 26 anos.

Durante o encontro dos professores, Lucília Abreu, que lecionava a disciplina de inglês na EPCAR, teve a oportunidade de rever o Brigadeiro Bellintani. A professora sente-se honrada em ter feito parte da vida acadêmica do Oficial-General. “Sinto muito orgulho em ter feito parte da vida educacional do Brigadeiro Bellintani. Participar desse encontro, confraternizar os 70 anos da EPCAR e ver um ex-aluno na posição de comandante da nossa Escola só nos traz orgulho”, comentou a professora que trabalhou por 19 anos na Escola.

As comemorações pelo aniversário contarão com várias outras atividades. A programação inclui a apresentação da banda de música que será realizada, nesta quinta-feira (16), a partir das 19h, no Cinema da EPCAR. Também haverá a corrida rústica alusiva aos 70 anos, no domingo (19), com percurso de 7km e largada às 9h.

Clique aqui e confira a programação completa dos eventos.

 

Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Raquel Alves
Fotos: Sgt Domingos
 
 
 
Fim do conteúdo da página