Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Notícias da EPCAR > Palestra marca a campanha do Setembro Amarelo
Início do conteúdo da página

Foram distribuídos para os presentes panfletos informativos sobre a campanha do setembro amarelo

A Guarnição de Aeronáutica de Barbacena (GUARNAE-BQ), por meio do Esquadrão de Saúde (ES-BQ), realizou, na tarde desta quinta (27/09), palestra com o Prof. Dr. Humberto Corrêa da Silva, sobre o tema “O estigma e a prevenção do comportamento suicida”, dentro dos eventos programáticos do Setembro Amarelo – mês de prevenção ao suicídio. O Auditório Brigadeiro Eduardo Gomes ficou lotado com a presença de todo o efetivo da Guarnição, inclusive do Corpo de Alunos da EPCAR, autoridades civis e militares da cidade e convidados da área da saúde.

Para a médica psiquiatra Zilda Campos, convidada representando o Hospital IMAI – Policlínica, eventos desta natureza fortalecem toda a sociedade para uma discussão aberta sobre o suicídio. “Fico extremamente feliz de ver esse compromisso da EPCAR em trazer um palestrista do peso e valor do Dr. Humberto [sic]”, disse a médica que elogiou a preocupação da organização em tornar o saber, o conhecimento e as estatísticas, algo facilitador para melhor entendimento do sofrimento das pessoas que passam por autoextermínio.

O Comandante da EPCAR, Coronel Aviador Mauro Bellintani, também destacou a importância de um palestrante experiente e com conhecimento sobre o tema a ser debatido nas atividades do Setembro Amarelo. “Despertamos a atenção para o tema proposto do Setembro Amarelo. A presença do Dr. Humberto, detentor de todo esse conhecimento e com uma palestra tão rica e tão abrangente, é muito bom para toda a Guarnição, para que falemos do assunto e reflitamos para atuar no combate ao suicídio nas nossas Instalações e nos nossos lares”, concluiu o oficial.

Na oportunidade, foi lançado o Projeto Permanente de Saúde Mental, que é uma iniciativa onde haverá a intervenção psicológica sem que haja a necessidade de marcação prévia. Será aberto para acolhimento de situações emergentes, sendo a participação voluntária. Foram apresentados os profissionais psicólogos que atuarão neste projeto. “São cerca 10.000 suicídios no Brasil por ano. Desta forma, o ES-BQ, envolvido com as boas práticas, promoveu neste mês uma série de ações para cumprir o seu papel: de promoção da saúde e prevenção das doenças. A prevenção do suicídio é possível e a defesa da vida é necessária”, disse a Tenente Coronel Médica Jacqueline Leite Frade, Comandante do ES-BQ.

Já o palestrante da tarde, Dr. Humberto, disse ter se sentido honrado em explanar sobre o tema para o público militar, visto que o número de suicídio entre integrantes das Forças Armadas ocupa um dos maiores índices nas estatísticas: “É muito importante! O suicídio é um assunto de saúde pública e é negligenciado por um tabu milenar. Militares são grupos de risco do suicídio, os militares se matam nu