Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Notícias da EPCAR > Palestra marca a campanha do Setembro Amarelo
Início do conteúdo da página

A Guarnição de Aeronáutica de Barbacena (GUARNAE-BQ), por meio do Esquadrão de Saúde (ES-BQ), realizou, na tarde desta quinta (27/09), palestra com o Prof. Dr. Humberto Corrêa da Silva, sobre o tema “O estigma e a prevenção do comportamento suicida”, dentro dos eventos programáticos do Setembro Amarelo – mês de prevenção ao suicídio. O Auditório Brigadeiro Eduardo Gomes ficou lotado com a presença de todo o efetivo da Guarnição, inclusive do Corpo de Alunos da EPCAR, autoridades civis e militares da cidade e convidados da área da saúde.

Para a médica psiquiatra Zilda Campos, convidada representando o Hospital IMAI – Policlínica, eventos desta natureza fortalecem toda a sociedade para uma discussão aberta sobre o suicídio. “Fico extremamente feliz de ver esse compromisso da EPCAR em trazer um palestrista do peso e valor do Dr. Humberto [sic]”, disse a médica que elogiou a preocupação da organização em tornar o saber, o conhecimento e as estatísticas, algo facilitador para melhor entendimento do sofrimento das pessoas que passam por autoextermínio.

O Comandante da EPCAR, Coronel Aviador Mauro Bellintani, também destacou a importância de um palestrante experiente e com conhecimento sobre o tema a ser debatido nas atividades do Setembro Amarelo. “Despertamos a atenção para o tema proposto do Setembro Amarelo. A presença do Dr. Humberto, detentor de todo esse conhecimento e com uma palestra tão rica e tão abrangente, é muito bom para toda a Guarnição, para que falemos do assunto e reflitamos para atuar no combate ao suicídio nas nossas Instalações e nos nossos lares”, concluiu o oficial.

Na oportunidade, foi lançado o Projeto Permanente de Saúde Mental, que é uma iniciativa onde haverá a intervenção psicológica sem que haja a necessidade de marcação prévia. Será aberto para acolhimento de situações emergentes, sendo a participação voluntária. Foram apresentados os profissionais psicólogos que atuarão neste projeto. “São cerca 10.000 suicídios no Brasil por ano. Desta forma, o ES-BQ, envolvido com as boas práticas, promoveu neste mês uma série de ações para cumprir o seu papel: de promoção da saúde e prevenção das doenças. A prevenção do suicídio é possível e a defesa da vida é necessária”, disse a Tenente Coronel Médica Jacqueline Leite Frade, Comandante do ES-BQ.

Já o palestrante da tarde, Dr. Humberto, disse ter se sentido honrado em explanar sobre o tema para o público militar, visto que o número de suicídio entre integrantes das Forças Armadas ocupa um dos maiores índices nas estatísticas: “É muito importante! O suicídio é um assunto de saúde pública e é negligenciado por um tabu milenar. Militares são grupos de risco do suicídio, os militares se matam numa proporção maior que os civis. Discutir os assuntos nas Guarnições Militares é fundamental. Espero que esta iniciativa continue, não somente em setembro, mas em todos os meses do ano”, comentou o palestrante que também é Presidente da Associação Brasileira para o Estudo e a Prevenção do Suicídio.

Ao final da palestra, foram distribuídos para os presentes panfletos informativos sobre a campanha do setembro amarelo, assim como os horários e locais de atuação dos profissionais psicólogos que atuarão no “plantão psicológico”.

Setembro Amarelo

Desde 2014 a Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP e o Conselho Federal de Medicina – CFM realizam a Campanha Setembro Amarelo no Brasil. Trazer a campanha para o Brasil, que antes não era valorizada no país por nenhuma instituição da área de saúde, tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade sobre esse grave problema de saúde pública – o Suicídio. Apesar de ser um período de concentração de esforços em torno do tema, não existe comemoração, não podemos comemorar uma tragédia.

Palestrante

O Professor Doutor Humberto Corrêa da Silva Filho possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (1991), Residência Médica em Psiquiatria pelo Hospital das Clínicas da UFMG (1995), Mestrado em Pharmacologie et Pharmacochimie - Université Louis Pasteur-França (1998), Doutorado em Ciências Biológicas: Fisiologia e Farmacologia- pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001), Pós-Doutorado em Genética Molecular pela UFMG (2002) e Pósdoutorado pela Université Paris-Decartes-Hopital Sainte Anne em Paris (2010). É professor Titular de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da UFMG, membro permanente e orientador de mestrado e doutorado no programa de pós-graduação em Medicina Molecular e no de Neurociências, do qual foi um dos criadores, tendo participado da sua comissão de implantação. Orientou ou co-orientado 25 alunos de mestrado e 15 alunos de doutorado ou pos-doutorado. Foi presidente da Rede Mundial de Suicidólogos (2008-2010). Presidente da Associação Latinoamericana de Suicidologia (2016-2018) e Presidente da Associação Brasileira para o Estudo e a Prevenção do Suicídio (2015-2018). Vice-presidente da Associaçao Mineira de Psiquiatria (2011-2017) e atual presidente (2018-2020). Tem experiência nas áreas de psiquiatria, neurofarmacologia e genética molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: função serotoninérgica, comportamento suicida, genética molecular de transtornos neuropsiquiátricos e do comportamento. Prevenção do suicídio. (Texto informado pelo autor).

Fotos: Sgt Domingos

 

Fim do conteúdo da página