Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > 19 Aspirantes a Oficiais são formados em Alcântara
Início do conteúdo da página

Na última sexta-feira (27/04) se formaram, em Cerimônia de Compromisso à Bandeira Nacional, 19 novos Aspirantes a Oficiais que passam a servir no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Grupamento de Apoio de Alcântara (GAP-AK) e no Esquadrão de Saúde de Alcântara (ES-AK). A solenidade, presidida pelo Diretor do Centro, Coronel Engenheiro Luciano Valentim Rechiuti, contou com a participação de todo efetivo militar das três organizações pertencentes à Guarnição de Aeronáutica de Alcântara (GUARNAE-AK), além de amigos e familiares dos formandos. A cerimônia também marcou o término da 1ª fase do Estágio de Adaptação e Serviço (EAS) e do Estágio de Adaptação Técnico (EAT), que objetiva proporcionar formação militar inicial aos oficiais recém-incorporados. 

 

Durante a solenidade, os aspirantes foram apresentados ao Diretor do CLA, Coronel Luciano e prestaram o compromisso à Bandeira Nacional frente aos deveres com a Força Aérea Brasileira (FAB) e ao país. A Aspirante a Oficial Engenheira de Telecomunicações Mariana Cassundé Carvalho Oliveira, primeira colocada e estagiária-padrão da Turma Fênix foi agraciada com os respectivos diplomas conferidos pelo Diretor do Centro. Na sequência, os formandos receberam de amigos e familiares as platinas do posto de Aspirante a Oficial da FAB e desfilaram em continência à Bandeira. Na Ordem do Dia, o Coronel Luciano conclamou todos os aspirantes a focarem na missão do CLA, que é atrelada à missão das demais organizações da GUARNAE-AK. “Estamos em um local em que o Brasil deposita suas maiores esperanças de conquista autônoma ao espaço. Independente da unidade, seção ou atividade exercida, todos devemos seguir imbuídos de conquistar posições em um setor que emprega alta tecnologia, contribui com a ciência e é estratégico às pretensões do país no cenário internacional”, enfatizou o Diretor do CLA. Ao término, após o desfile da tropa, os formandos receberam autorização para o fora de forma e entoaram o grito de guerra da Turma Fênix.       

Fim do conteúdo da página