Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > CLA incrementa capacidade operacional com nova antena
Início do conteúdo da página

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizou na manhã desta quarta-feira (06/12) a inauguração das instalações da Estação Redundante de Telemedidas do Sítio da Raposa, unidade operacional do Centro, localizada no município de mesmo nome da Região Metropolitana de São Luís. No local foi instalada uma nova antena de Telemedidas, recém adquirida pelo CLA, e que tem por finalidade, durante o lançamento de um foguete, receber via telemetria informações que são enviadas para a estação em terra, onde são registradas e gravadas para análise. 

Para celebrar a nova instalação operacional do CLA, foi realizada uma cerimônia de descerramento de placa, que contou com a presença do Diretor e Vice-Diretor do Centro, além de servidores civis que trabalham no local. No evento, o Coronel Engenheiro Luciano Valentim Rechiuti, Diretor do CLA, destacou o empenho de toda equipe envolvida desde a aquisição dos novos equipamentos da estação, passando pela execução da obra de engenharia civil até a instalação definitiva e testes da antena de telemedidas, gravadores e demais equipamentos que passam a compor a Estação Redundante de Telemedidias do Sítio da Raposa.

A inauguração da nova estação no Sítio da Raposa faz com que o CLA passe a contar com mais uma antena de telemedidas, além das duas já existentes e operadas em Alcântara. De tecnologia francesa, a nova antena instalada possui 7,3 metros de diâmetro e opera em banda S (faixa de frequência destinada a rastreio de veículos espaciais). “Com a aquisição desta antena o CLA  melhora a sua capacidade de rastreio de veículos espaciais além de aumentar sua confiabilidade, colocando-o no patamar dos melhores centros de lançamento, neste quesito”, afirma o Servidor Civil Raimundo Nonato Bezerra Brasileiro, Analista em Ciência e Tecnologia e Chefe da Estação Redundante de Telemedidas da organização militar da Força Aérea Brasileira (FAB), responsável pelo lançamento e rastreio de engenhos aeroespaciais. O primeiro teste real da nova antena ocorre durante toda a semana, com a realização da segunda fase da Operação Águia I, com previsão para lançamento nesta quinta-feira (07/12) de um Foguete de Treinamento Básico (FTB), em Alcântara, a última operação do ano de 2017 realizada pelo CLA. Ao todo foram investidos com recursos oriundos da Agência Espacial Brasileira (AEB), cinco milhões de reais para a instalação da mais nova estação operacional do CLA.

Fim do conteúdo da página