Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Militares do CLA auxiliam na segurança das eleições no Maranhão
Início do conteúdo da página

Na tarde de sábado (01/10), o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), unidade da Força Aérea Brasileira (FAB) na capital Maranhense, acionou seus militares que estavam de prontidão para reforçar a segurança nas áreas eleitorais do estado do Maranhão.

Mais de 150 militares do CLA juntamente com o Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Belém (BINFAE-BE) acompanharam as entregas das urnas e as votações localizadas na periferia de São Luís, no total 13 seções eleitorais foram guarnecidas.

O acionamento foi devido aos ataques no sistema de transporte público e escolas na capital. Após a reunião do Governador do Maranhão, Flávio Dino, Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, o Ministro da Defesa, Raul Jungmann, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, o Desembargador Lourival de Jesus Sousa, e os comandantes das Organizações Militares locais, foi reforçada a necessidade de apoio das Forças Armadas para garantir as eleições no estado. Desta forma, ao final, foram empregados mais de 1.300 militares do Exército Brasileiro, Fuzileiros Navais da Marinha e Força Aérea, com a missão de assegurar o  bom andamento durante as eleições municipais.

“O emprego conjunto dos militares das Forças Armadas e combinado com os militares das Forças Auxiliares completaram as estratégias de ação, com o intuito de garantir que o primeiro turno das eleições municipais no estado do Maranhão fosse realizado com segurança e tranquilidade.” Afirma o Coronel Aviador Cláudio Olany Alencar de Oliveira, Diretor do CLA.

O Ministro da Defesa, Raul Jungmann e o Presidente do TSE, Ministro Gilmar Mendes vieram acompanhar em São Luís o desdobramento de toda operação de apoio às Forças de Segurança Pública nas eleições que ocorreram neste domingo em todo Brasil. “O crime não vai prevalecer frente à democracia. As eleições vão acontecer e os direitos do cidadão de exercer sua cidadania política, cívica serão respeitados aqui em todo Brasil”, enfatizou o Ministro Jungmann em relação a ação de interoperabilidade entre as Forças Armadas no âmbito da Defesa durante o pleito. Além dos militares das Forças Armadas vindos de outros estados, na capital maranhense foram empregados ainda militares do 24º Batalhão de Infantaria Leve (24º BIL) e da Companhia de Infantaria da Aeronáutica Isolada (CINFAI) do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) que atuaram na vigilância dos locais de votação.       

A participação e mobilização das Forças Armadas na capital maranhense atendem a uma solicitação do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) que por meio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) solicitou junto ao Ministério da Defesa a presença de tropas federais desde a deflagração dos atos criminosos contra coletivos urbanos, veículos particulares e instalações a serem utilizadas como colégios eleitorais na capital São Luís e municípios da Região Metropolitana.

Fim do conteúdo da página