Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Em Tefé, SERIPA VII realiza atividades de prevenção
Início do conteúdo da página

PHOTO 2018 08 22 09 27 46O Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VII), realizou no período de 15 a 17 de agosto, em Tefé - AM, atividades de prevenção voltadas para organizações que trabalham com a aviação, autoridades públicas locais, comunidade aeronáutica e escolar com o objetivo de elevar a consciência situacional sobre os perigos advindos das operações aéreas na cidade.

Localizada a 523km de Manaus, a cidade de Tefé possui aeroporto administrado pela INFRAERO e opera voos regulares para a capital amazonense, assim como para outras cidades do interior gerando grande fluxo de transporte diário de passageiros e mercadorias. É sede dos principais bancos e instituições financeiras que não são encontrados nos municípios vizinhos tornando-se, portanto, uma forte influência econômica sobre as cidades de Alvarães, Fonte Boa, Maraã, Jutaí e Uarini, além de possuir também quartéis militares das forças armadas, instituições de ensino superior e de saúde, Polícia Federal, ONG e entidades de conservação do meio ambiente e do índio, além de sede do Poder Judiciário e Político Administrativo do Amazonas.

Esta é a primeira vez que atividades de prevenção são realizadas em Tefé. As ações foram realizadas em parceria com a INFRAERO e a Secretaria de Educação do município.

Reunião de CoordenaçãoA primeira atividade ocorreu no auditório da INFRAERO. Na ocasião foi realizada a Reunião sobre Coordenação em Local de Acidente Aéreo, que contou com a presença de 13 instituições públicas e privadas locais, como: Corpo de Bombeiros, DTCEA-TF, INFRAERO, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Militar, 16º Brigada de Infantaria de Selva, Agência Fluvial e Azul Linhas Aéreas. O evento, apresentado pelo Chefe do SERIPA VII, Major Aviador Elio de Abreu Almeida Junior, tratou das prioridades e dos procedimentos para uma eficiente coordenação entre os órgãos envolvidos; ordenamento jurídico previsto para o SIPAER em atendimento à uma ocorrência aeronáutica; cuidados a serem tomados devido aos perigos em um sítio de destroços, bem como um eficaz atendimento às vítimas; e à preservação de indícios, quando de uma ocorrência aeronáutica.

Por meio da Coordenadoria Regional da Secretaria de Estado da Educação, localizada em Tefé, foram apresentadas palestras educativas sobre prevenção de acidentes aeronáuticos para aproximadamente 500 estudantes do ensino fundamental e médio de 5 escolas estaduais. Estes são agentes multiplicadores positivos, fundamentais na disseminação do conhecimento de assuntos que envolvem a segurança da atividade aérea.Escola Estadual Getúlio Vargas

Devido à dificuldade de acesso por via terrestre de uma escola da rede pública local, foi necessário o deslocamento da equipe por meio de canoa motorizada, tornando o evento singular.  “Para a prevenção de acidentes não deve haver barreiras ou limitações”, afirmou o Chefe do SERIPA VII, Major Almeida.

O objetivo principal das palestras educativas foi disseminar o conhecimento sobre a prevenção de acidentes aéreos com o estímulo às boas práticas relacionadas às atividades realizadas no entorno do aeroporto. Fatores externos que podem contribuir diretamente para ocorrências foram explorados: os cuidados no tratamento dos resíduos sólidos e sua ligação com o Risco de Fauna, Perigo Baloeiro, uso indevido do raio laser e cuidados na utilização de drones. Na oportunidade foram distribuídas as Revistas da Turma da Mônica, que auxiliam e difundem o que é a segurança de voo e as boas práticas que a permeiam.

Encerrando as atividades na cidade, foram ministradas aulas no auditório da INFRAERO para a comunidade aeronáutica local, abordando assuntos referentes às questões jurídicas relacionadas às ocorrências aeronáuticas, notificação de ocorrências e principais fatores contribuintes para as ocorrências aeronáuticas investigadas pelo SERIPA VII em 10 anos de atividades.

O SERIPA VII já realizou em 2018, cinco atividades deste tipo em cidades de sua área de jurisdição e planeja, até o final do ano, realizar mais três. O intuito é cobrir todas as capitais dos quatros estados da área de atuação e outros municípios que possuem atividade aérea local e que, todavia, ainda não receberam este tipo de visita do SERIPA VII.

 

Fim do conteúdo da página