Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Histórico
Início do conteúdo da página

Histórico da BAFL

A Base Aérea de Florianópolis, atualmente comandada pelo Tenente Coronel Luiz dos Santos Alves, traça sua descendência do antigo Centro de Aviação Naval, criado a 10 de maio de 1923 para atender as atividades da antiga Aviação Naval. Sua história confunde-se com a própria história de Santa Catarina e de sua capital, tendo, em seus primórdios, o privilégio de ser indicada como lugar ideal para campo de aviação pelos legendários pilotos franceses Hermoz, Saint-Exupery e Guillamet, que por Florianópolis passavam, implantando com seus vôos transatlânticos, o "Correio do Sul", fazendo seus pousos no então Campo do Campeche. Esta Base, com o decorrer dos tempos, recebeu diferentes nomes e várias missões e a sua posição privilegiada respondeu às crescentes necessidades provocadas pelo progresso aeronáutico.

Após a criação do Ministério da Aeronáutica em 20 de janeiro de 1941, passou à denominação de Base Aérea de Florianópolis pelo Dec. 3.302, de 22 de maio de 1941. Já em 1942 tomaria nova designação, ou seja, 14º Corpo de Base Aérea. No decorrer do ano de 1944, precisamente a 21 de agosto, era ativada como Base Aérea de 2ª Classe, pelo Dec. Lei 6.814.

 

Durante a 2ª Guerra Mundial, aeronaves da FAB desempenharam missões de patrulha anti-submarina e proteção a comboios a partir da BAFL. Com a declaração de guerra aos países do Eixo, amplia-se o seu efetivo de aviões, com a introdução das aeronaves Catalina, destinadas ao patrulhamento do Atlântico-Sul.

Em 01 de outubro de 1947, a então Base Aérea de 2ª Classe, passa a denominação de Destacamento de Base Aérea de Florianópolis, conforme documentação específica do Ministério da Aeronáutica.

Esta Base, com o decorrer dos tempos, recebeu diferentes nomes e várias missões e a sua posição privilegiada respondeu às crescentes necessidades provocadas pelo progresso aeronáutico em meio século.

 

Em 1961, foi instalado o 2º/10º GAV - Grupo de Aviação e o 1º GT Grupo de Transporte em Florianópolis. Em 15 de julho de 1967, foi inaugurada a torre de controle do serviço de proteção ao vôo, que deu origem ao atual DTCEA-FL.

 

Em 30 de dezembro de 1970, foi ativada a Base Aérea de Florianópolis, de acordo com o decreto nº 67994, sendo que o Destacamento de Base, somente foi desativado em fevereiro de 1971. 

  

A Base Aérea é página escrita com denodo, sacrifício e luta, em defesa, auxílio e socorro aos cidadãos catarinenses que, em momentos de calamidade, viram-se necessitados, como nas enchentes da década de 1980 e, mais recentemente, em 2008.

 

Em janeiro de 1972, incorporou o Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação, Unidade Operacional em Busca e Salvamento, com a nobre missão de salvar vidas humanas. Em 1982, com a transferência do Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação para a Base Aérea de Campo Grande, a Base Aérea de Florianópolis incorporou o Segundo Esquadrão do Sétimo Grupo de Aviação – o Esquadrão PHOENIX, que em 31 de dezembro de 2016 foi transferido para a ALA 3 em Canoas.

 

A Base Aérea também sedia o Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Florianópolis, atualmente comandado pelo Maj QOECTA Marcus Luiz POGIANELO. O DTCEA FL é responsável pelo controle das aeronaves que cruzam, chegam ou saem da capital de Santa Catarina, bem como pela produção e divulgação de informações meteorológicas e aeronáuticas, utilizando-se de uma vasta gama de equipamentos de detecção e de comunicações, além de pessoal especializado e qualificado.

 

 

 

 

Fim do conteúdo da página